January 11, 2019 / 4:31 PM / 9 days ago

Volkswagen vende 10,8 mi de veículos em 2018, mira 1º lugar entre montadoras

BERLIM (Reuters) - As vendas da Volkswagen subiram 0,9 por cento no ano passado, para um nível recorde de 10,83 milhões de veículos, informou nesta sexta-feira a montadora alemã, colocando-se lado a lado da Renault-Nissan-Mitsubishi na disputa pela posição de maior fabricante de automóveis do mundo.

As rivais Toyota Motor e Renault-Nissan-Mitsubishi ainda não divulgaram os números de vendas de 2018, mas a aliança franco-japonesa comercializou 10,6 milhões de veículos em 2017 e atingiu vendas de 5,54 milhões na primeira metade de 2018.

No mês passado, a Toyota divulgou uma projeção para vendas globais totais de 10,55 milhões de veículos em 2018, mas ainda precisa confirmar o número.

“Se considerarmos que as 10,8 milhões de unidades vendidas reportadas pela Volkswagen se confirmem, é muito provável que será o suficiente para colocar o Volkswagen Group na primeira colocação”, disse David Oakley, analista da LMC Automotive.

Se o número se confirmar, marcará o quinto ano consecutivo em que a Volkswagen mantém a liderança na indústria automotiva, afirmou Oakley, acrescentando que era muito cedo para dizer se Toyota ou Renault-Nissan-Mitsubishi ficarão na segunda posição, também porque os números de licenciamento não foram divulgados para todos os mercados.

Os dados da Volkswagen incluem as vendas de veículos leves e caminhões. Considerando somente veículos de passeio, as vendas no ano passado chegaram a 10,1 milhões de unidades, de acordo com a empresa.

“Se olharmos para carros de passeio apenas, o cenário seria praticamente similar. A Volkswagen ainda estaria na frente, mas com uma margem mais ampla, já que é relativamente menos dependente de veículos comerciais leves que as outras duas (montadoras)”, comentou Oakley .

Apenas cerca de 4 por cento das vendas da Volkswagen foram de comerciais leves, ante 12 a 15 por cento na Renault-Nissan-Mitsubishi e na Toyota, segundo o LMC.

A Volkswagen informou ainda que a marca VW entregou 6,24 milhões de veículos, enquanto as marcas premium Audi e Porsche registraram vendas de 1,81 milhão e 256 mil unidades, respectivamente.

Isso torna a Audi a terceira maior montadora entre as que fabricam carros de luxo, atrás apenas da BMW, que entregou 2.125.026 de veículos, e da líder Mercedes-Benz, que vendeu 2,31 milhões de unidades.

A Volkswagen informou que atual disputa comercial entre os Estados Unidos e a China comprometeu o ambiente de negócios no mercado chinês, seu principal no mundo, na segunda metade de 2018. O diretor de vendas da Volkswagen, Christian Dahlheim, afirmou nesta sexta-feira que esperava que a demanda siga estável na China em 2019, embora o primeiro trimestre deva ser desafiador.

Separadamente, Dahlheim disse que a montadora alemã não prevê um impacto financeiro significativo em 2019 decorrente da implementação do novo padrão WLTP de emissões, que custou à companhia 1 bilhão de euros em 2018.

Só em dezembro, a Volkswagen informou que as vendas caíram 8,4 por cento, para 916.200 unidades, ante 999.900 no mesmo período um ano antes.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below