January 15, 2019 / 10:01 PM / 3 months ago

Casa Branca considera ex-CEO da PepsiCo, subsecretário do Tesouro para comandar Banco Mundial

Indra Nooyi durante evento em Nova York 20/09/2017 REUTERS/Brendan McDermid

WASHINGTON (Reuters) - A Casa Branca considera a ex-presidente da PepsiCo (PEP.O) Indra Nooyi, o funcionário do Departamento do Tesouro David Malpass, e Ray Washburne, presidente-executivo da Overseas Private Investment Corp (Opic), para liderar o Banco Mundial, disse uma autoridade do governo nesta terça-feira.

O trio de nomes surgiu um dia após as autoridades afirmarem que Ivanka Trump, a filha do presidente Donald Trump, estava ajudando a liderar a busca por um novo presidente do Banco Mundial para suceder Jim Yong Kim, que está deixando o cargo em 1º de fevereiro.

Nooyi, que deixou sua posição na Pepsi em outubro, Malpass, que é subsecretário do Tesouro para assuntos internacionais, e Washburne, que é presidente-executivo da Opic desde agosto de 2017, estão entre os vários candidatos que estão sendo procurados para chefiar o Banco Mundial, disse a autoridade.

Os Estados Unidos, que têm participação majoritária no Banco Mundial, tradicionalmente escolhem o líder da instituição desde o seu início, em 1946.

Kim anunciou sua saída inesperada em 1º de fevereiro no início deste mês para se juntar ao fundo de private equity Global Infrastructure Partners, mais de três anos antes de seu mandato terminar em 2022, em meio a diferenças com o governo Trump em relação à mudança climática e a necessidade de mais recursos para o desenvolvimento.

Por Steve Holland e Jeff Mason

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below