January 16, 2019 / 10:47 AM / 3 months ago

John Forman recusa convite para conselho da Petrobras em meio a disputa com CVM

SÃO PAULO (Reuters) - O geólogo John Milne Albuquerque Forman renunciou à sua indicação para membro do conselho de administração da Petrobras, “visando evitar qualquer tipo de constrangimento ou problema para a companhia”, devido a uma disputa pessoal em andamento com a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) disse a estatal em comunicado nesta quarta-feira.

REUTERS/Paulo Whitaker

Forman havia sido indicado na segunda-feira pelo governo, acionista controlador da Petrobras, ao lado do economista João Cox e do almirante de esquadra Eduardo Bacellar Leal Ferreira, apontado para presidir o colegiado.

As nomeações vieram após os conselheiros Luiz Nelson Carvalho e Francisco Petros terem pedido para deixar os cargos em 1° de janeiro e na sequência de um pedido de renúncia de Durval José Soledade Santos, válido a partir de 4 de fevereiro.

“Forman agradeceu o convite para participar do conselho de administração e informou que as razões para tal decisão são de ordem pessoal, visando evitar qualquer tipo de constrangimento ou problema para a companhia, considerando as notícias veiculadas na imprensa, desde a sua indicação, sobre condenação em processo na CVM, que se encontra atualmente em discussão no judiciário”, destacou a Petrobras em seu comunicado.

Forman fora anteriormente multado em 338,5 mil reais pela Comissão de Valores Mobiliários por insider trading, conforme documentos vistos pela Reuters. Ele apelou da decisão, que segue mantida, e não pagou a multa, ao passo que a CVM afirmou que “adotaria as medidas necessárias para receber o pagamento do valor pendente”.

Forman participou da criação da HRT, empresa de petróleo e gás que foi listada na bolsa B3 em fase pré-operacional. A HRT vendeu ao mercado a expectativa de ganhos com a exploração de petróleo na África e no Brasil, mas só encontrou poços secos.

Segundo a CVM, Forman teria negociado ações da HRT já com conhecimento de uma notícia relevante ainda não divulgada ao mercado e que poderia influenciar negativamente os preços dos papéis.

Forman é graduado em geologia e Master of Science em Geologia pela Universidade de Stanford (Califórnia, EUA). Ele já foi presidente da Nuclebrás, diretor da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) e diretor de empresas.

“A Petrobras divulgará tempestivamente ao mercado assim que receber nova indicação do acionista controlador para a vaga que permanece aberta no conselho de administração da companhia”, afirmou a estatal.

A petroleira ressaltou que qualquer indicação será submetida aos procedimentos de governança corporativa da companhia, incluindo as análises de conformidade e integridade requeridas pelo processo sucessório.

Por José Roberto Gomes

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below