January 17, 2019 / 6:14 PM / a month ago

Negociação sobre contrato de nafta atrasa compra da Braskem por LyondellBasell, dizem fontes

Por Carolina Mandl e Tatiana Bautzer

SÃO PAULO (Reuters) - A mudança de governo no Brasil adiou a finalização do plano da LyondellBasell Industries para comprar a Braskem, disseram três fontes com conhecimento do assunto.

As fontes afirmaram que um esboço de acordo de fornecimento de nafta da Petrobras foi alcançado em dezembro durante o mandato do presidente-executivo Ivan Monteiro, mas ele não quis ratificar o acordo quando ficou claro que seria substituído sob o governo de Jair Bolsonaro.

Agora representantes de LyondellBasell estão esperando para saber se haverá quaiser mudanças na equipe de negociação do contrato de nafta da Petrobras e a retomada das discussões, disse uma das fontes. Jorge Celestino Ramos, ex-diretor da área de refino e gás natural da Petrobras, que estava chefiando o grupo de negociação do contrato, foi substituído no início deste mês por Anelise Lara.

Odebrecht e Petrobras esperam receber um prêmio por suas participações na Braskem. O valor de mercado atual da Braskem é de cerca de 38,5 bilhões de reais.

O atraso nas negociações esta adicionando pressão sobre a Odebrecht, que tenta reestruturar cerca de 70 bilhões de reais em dívidas.

A Odebrecht espera receber uma oferta formal até o final de março, disse uma outra fonte com conhecimento do assunto, acrescentando que espera que a nova gestão da Petrobras ratifique o acordo prévio de fornecimento de nafta.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below