January 22, 2019 / 10:53 AM / a month ago

Futuros do aço recuam na China com sinais de menor demanda do setor de construção

Trabalhador em galpão de armazenamento de aço na China 09/11/2018 REUTERS/Stringer

PEQUIM (Reuters) - Os contratos futuros do vergalhão de aço na China caíram nesta terça-feira, quebrando uma série de ganhos de três dias, em meio a sinais de que o crescimento imobiliário no país está diminuindo, limitando a demanda por itens de construção.

O crescimento imobiliário da China desacelerou para 2 por cento no quarto trimestre na comparação anual, ante 4,1 por cento no trimestre imediatamente anterior, segundo dados do Departamento Nacional de Estatísticas, com medidas do governo para conter a especulação e a disparada dos preços diminuindo a demanda geral.

O dado segue-se à divulgação dos números do Produto Interno Bruto (PIB) na segunda-feira, que mostraram que a economia chinesa no último trimestre cresceu na taxa mais lenta desde a crise financeira global.

Os preços de referência do vergalhão de aço em Xangai reduziram os ganhos iniciais e caíram 0,4 por cento, para 3.633 iuanes (533,97 dólares) a tonelada.

Os futuros do minério de ferro na Bolsa de Dalian fecharam em queda de 1,3 por cento, a 526 iuanes por tonelada.

“O processo de reabastecimento das siderúrgicas está em fase de conclusão, já que a maioria das usinas armazenou matéria-prima suficiente por mais de 20 dias”, disse um trader de minério de ferro de Pequim, prevendo menor demanda.

Por Muyu Xu e Dominique Patton

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below