January 24, 2019 / 2:15 PM / 5 months ago

Ibovespa supera 97 mil pts pela 1ª vez com investidor otimista sobre reformas

SÃO PAULO (Reuters) - O Ibovespa superou os 97 mil pontos pela primeira vez na história nesta quinta-feira, em alta pelo segundo dia seguido, reflexo da confiança de agentes financeiros nas propostas sinalizadas pelo governo para ajustar a economia brasileira.

Operador monitora painel de cotações da bolsa paulista. 10/09/2015. REUTERS/Paulo Whitaker.

Às 12:08, o Ibovespa subia 0,34 por cento, a 96.887,08 pontos. Na máxima até o momento, alcançou 97.187 pontos, recorde intradia.

O volume financeiro somava 3,2 bilhões de reais.

Na sexta-feira, a bolsa estará fechada em razão de feriado na cidade de São Paulo.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, encantou o mercado na véspera, reforçando que a reforma da Previdência segue como prioridade e pode render economia de 700 bilhões a 1,3 trilhão de reais em 10 anos.

Ainda, em entrevista à Reuters, Guedes disse que o governo analisa reduzir a alíquota do Imposto de Renda cobrado das empresas de 34 para 15 por cento.

Uma importante fonte do Ministério da Economia também afirmou à Reuters na quarta-feira que o governo espera concluir a votação da reforma da Previdência no Congresso até o meio do ano.

Investidores veem a mudança no regime atual de Previdência do país como crucial para a melhora da situação fiscal brasileira, a fim de estabilizar o comportamento da dívida pública em relação ao Produto Interno Bruto (PIB).

Uma melhora nesse quadro teria efeito de queda na curva longa de juros do país, que é vista como uma das principais métricas para o investimento em ações.

De acordo com o analista-chefe da Rico Investimentos, Roberto Indech, a tendência de alta da bolsa reflete a perspectiva de entrega da reforma da Previdência e seus efeitos, mas também sobre privatizações, concessões, entre outras medidas.

“O mercado vem com um sentimento positivo dado esse ambiente. Há algumas notícias pontuais. Mas esse sentimento é muito mais macro”, afirmou Indech.

Notícias sobre as negociações comerciais entre Estados Unidos e China, contudo, tiraram o Ibovespa das máximas. O secretário de Comércio dos EUA, Wilbur Ross, disse à CNBC que Washington e Pequim estavam “a milhas e milhas” de um desfecho.

DESTAQUES

- CCR e ECORODOVIAS subiam 5,69 e 3,49 por cento, entre as maiores altas do Ibovespa, tendo como pano de fundo promessa do governo de que, entre outras medidas, pretende ter os leilões na área de infraestrutura ao menos encaminhados nos primeiros 100 dias do governo de Jair Bolsonaro.

- CIELO subia 4,8 por cento, ampliando a recuperação em janeiro, após recuar quase 60 por cento em 2018. Analistas do Itaú BBA, contudo, reiteraram recomendação ‘market perform’ e cortaram o preço-alvo de 14,5 para 11,5 reais por ação, afirmando que o valor atrativo ainda é ofuscado pelo momento de resultados pouco animadores.

- KROTON subia 5,63 por cento, ainda apoiada na repercussão positiva de previsões divulgadas na véspera para o resultado de 2019, quando espera crescimento de 1 a 5 por cento do lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda).

- B3 caía 1,51 por cento, tendo no radar eventual tributação em juros sobre capital próprio, uma vez que, de acordo com estimativa do BTG Pactual, a empresa seria uma das mais afetadas nos resultados de 2019.

- MAGAZINE LUIZA caía 1,91 por cento, dando sequência ao ajuste negativo neste primeiro mês do ano, após mais que dobrar de valor em 2018, com agentes financeiros também atentos ao começo das operações de venda direta da gigante norte-americana Amazon.com no país.

Edição de Gabriela Mello

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below