January 28, 2019 / 12:32 PM / 25 days ago

Ferrovia MRS diz que malha da empresa em região de Brumadinho não foi afetada por tragédia

Visão aérea de impactos de desabamento de barreira da Vale em Brumadinho 25/01/2019 REUTERS/Washington Alves

SÃO PAULO (Reuters) - A ferrovia MRS, uma das maiores operadoras logísticas do país, afirmou nesta segunda-feira que sua malha na região de Brumadinho (MG) não foi danificada no estouro de barragem de rejeitos de mineração da Vale, mas que está operando em velocidade reduzida na área.

A companhia, porém, listava quatro funcionários desaparecidos em decorrência do rompimento da barragem da Vale e contabilizava perdas de material rodante.

Além de atender a Vale em Brumadinho, em Minas Gerais, a MRS tem conexões com Gerdau em Ouro Branco (MG), e com a CSN em Volta Redonda (RJ). A empresa informou que os terminais de exportação estão operando em normalidade.

“Os danos foram limitados à estrutura do terminal da Vale, não na nossa malha... Ainda é muito cedo para fazer projeções sobre perda de volume (de carga)”, afirmou a companhia.

Procurada, a VLI, outra importante operadora ferroviária em Minas Gerais, não reportou impactos decorrente da tragédia.

Por Alberto Alerigi Jr.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below