February 11, 2019 / 2:22 PM / in 10 days

Thyssenkrupp e Tata Steel devem receber objeção da UE para joint venture em aço

Logo da Thyssenkrupp 25/09/2017 REUTERS/Michaela Rehle

BRUXELAS (Reuters) - Os reguladores antitruste da União Europeia provavelmente darão nesta semana um alerta afirmando que poderão vetar a parceria em aço da alemã Thyssenkrupp e com a indiana Tata Steel, a menos que os grupos ofereçam concessões, disseram fontes próximas do assunto nesta segunda-feira.

A Comissão Européia deve enviar uma acusação conhecida como uma declaração de objeções às empresas, disseram as fontes. Tais documentos estabelecem sérias preocupações de concorrência que as empresas têm de abordar com concessões específicas ou ver a parceria bloqueada.

A joint venture, anunciada em junho do ano passado, é a maior reformulação da indústria siderúrgica da Europa em mais de uma década. A nova empresa será chamada de Thyssenkrupp Tata Steel, terá cerca de 48 mil trabalhadores e receita de cerca de 17 bilhões de euros.

O órgão regulador de concorrência da UE abriu uma investigação em profundidade sobre o acordo em outubro do ano passado e destacou questões relacionadas ao aço para peças automotivas, embalagens como latas de alimentos e aerossóis e aço para produtos de engenharia, incluindo transformadores de energia.

A Comissão não respondeu imediatamente a um pedido de comentário. O órgão deverá decidir sobre a transação até 29 de abril.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below