February 20, 2019 / 8:01 PM / 3 months ago

Vale anuncia realocação de 125 moradores no entorno de barragens em MG

SÃO PAULO (Reuters) - A Vale anunciou a realocação de 125 pessoas que vivem no entorno de cinco barragens a montante em Minas Gerais que passam por processo de descomissionamento, conforme comunicado divulgado nesta quarta-feira.

As barragens são a de Vargem Grande, do complexo de mesmo nome, e as de Forquilha I, Forquilha II, Forquilha III e Grupo, essas quatro inativas e localizadas perto da mina de Fábrica, em Ouro Preto.

No caso da mina de Fábrica, disse a Vale, a produção será mantida através do processamento a seco. Contudo, a empresa estimou uma perda de produção de aproximadamente 3 milhões de toneladas em 2019, em meio ao processo.

Ainda em janeiro, a mineradora aprovou investimentos de 5 bilhões de reais para acabar com suas barragens a montante, o mesmo sistema utilizado na estrutura que se rompeu em Brumadinho (MG) e deixou centenas de mortos.

Para a desmontagem das barragens em Minas Gerais, a Vale estimou uma redução de 40 milhões de toneladas/ano na capacidade de produção de minério de ferro, mas disse que compensaria parte dessa perdas com aumento da produção em outros sistemas produtivos.

Questionada sobre os planos nesta quarta-feira, a Vale disse em nota que o planejamento de lavra para a compensação parcial dessa redução na produção de 40 milhões de toneladas anuais “ainda está sendo montado”.

REMOÇÕES

Segundo a companhia, a remoção da população anunciada nesta quarta-feira envolve moradores das chamadas Zonas de Autossalvamento e das áreas que ficariam isoladas.

Em Nova Lima, a remoção abrange moradores de 33 domicílios, com cerca de 100 residentes permanentes, numa região localizada a 52 quilômetros da sede da cidade.

Em Ouro Preto, a remoção abrange oito domicílios, com cerca de 25 residentes permanentes, na área rural da cidade, a aproximadamente 15 quilômetros da localidade de Engenheiro Correia.

A Vale disse que vai prestar toda a assistência e apoio necessários às pessoas, disponibilizando hospedagem, alimentação, transporte e medicamentos, além de uma equipe multidisciplinar formada por psicólogos, assistentes sociais e médicos. Também deve ofertar abrigo para animais.

A mineradora ressaltou que não houve alteração nos parâmetros geotécnicos de nenhuma das estruturas, que estão passando por inspeções diariamente.

“A Vale ressalta ainda que se trata de uma medida preventiva para garantir a segurança de todos enquanto são realizadas as primeiras atividades de descaracterização das barragens a montante, visando à aceleração dos projetos.”

Por José Roberto Gomes e Roberto Samora

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below