February 21, 2019 / 4:18 PM / 6 months ago

Rendimentos dos Treasuries sobem com dados fracos reduzindo chance de nova alta de juros em 2019

Fed em Washington 12/10/2016 REUTERS/Kevin Lamarque

NOVA YORK (Reuters) - Os rendimentos de títulos dos Treasuries subiam nesta quinta-feira após novos dados apontarem uma economia desacelerada pela paralisação parcial do governo dos Estados Unidos e pela guerra comercial com a China, diminuindo a possibilidade de novas altas de juros neste ano.

Dados divulgados nesta quinta-feira mostraram uma queda nos gastos de consumidores, uma contração na manufatura e um desaquecimento no mercado de trabalho. Os resultados apoiavam a pausa nas altas de juros sinalizada pelo Federal Reserve em janeiro, embora alguns investidores tenham dito que as quedas dramáticas sejam pequenos sinais decorrentes da guerra comercial e da paralisação.

Na manhã desta quinta-feira, o mercado havia, em maior parte, descartado a possibilidade de um novo aumento de juros em 2019, com uma chance de 83,9 por cento de que os juros estarão no nível atual em dezembro, segundo a ferramenta FedWatch do CME Group. Isso fica acima dos 66 por cento no mês anterior.

O Fed da Filadélfia disse na quinta-feira que a sua medição da atividade fabril na região do meio-Atlântico caiu em fevereiro pela primeira vez desde maio de 2016, sugerindo uma contração no setor de manufatura da região.

Investidores alertaram contra dar importância demais ao número. “Nós lemos a queda acentuada nos pedidos e embarques de fevereiro junto de um leve aumento nos estoques como provavelmente refletindo os efeitos da paralisação do governo federal”, escreveu Michael Gapen, economista-chefe para EUA da Barclays Capital.

Ele disse que espera “uma recuperação nas atuais condições de negócios em março em meio a avaliações de prazo futuro largamente estáveis”.

O rendimento da nota de 10 anos US10YT=RR subia 3,4 pontos-base, a 2,687 por cento. O rendimento dos títulos de dois anos US2YT=RR avançava 2,2 pontos-base, a 2,525 por cento. Na ponta longa da curva, o rendimento da nota de 30 anos subia 4,2 pontos-base, a 3,039 por cento.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below