February 21, 2019 / 10:43 PM / 5 months ago

Laboratórios da Mérieux, BRF perdem acreditação após operação Trapaça

SÃO PAULO/BRASÍLIA (Reuters) - Laboratórios brasileiros envolvidos no escândalo de segurança alimentar da BRF tiveram uma importante acreditação cancelada pelo Inmetro, afirmou um representante do Ministério da Agricultura nesta quinta-feira.

Unidade da processadora de carnes BRF em Fortaleza. 10/01/2019. REUTERS/Paulo Whitaker.

O secretário de defesa agropecuária, José Guilherme Leal, disse que três laboratórios da Mérieux Nutrisciencies no Brasil, responsáveis por testes em produtos da BRF, não estão mais autorizados a fazerem testes após a perda de uma acreditação conhecida como ISO 17025.

Tal acreditação é necessária para que o ministério permita um laboratório a realizar testes de segurança alimentar em seu nome.

Segundo o Inmetro, o órgão federal responsável pela acreditação, os três laboratórios da Mérieux e dois laboratórios controlados pela BRF perderam os certificados ISO 17025 em janeiro.

O Inmetro afirmou que a decisão está baseada no envolvimento das empresas na operação Trapaça, da Polícia Federal, que acusa a BRF, dona das marcas Sadia e Perdigão, e a Mérieux de fraudarem testes de segurança de alimentos.

No ano passado, buscas da polícia nos três laboratórios usados pela Mérieux para testar produtos da BRF revelaram um elevado número de falsos positivos para salmonella, segundo dados colhidos pela investigação.

O Inmetro afirmou que o cancelamento das acreditações vale por dois anos e que a concessão de uma nova demora em média 10 meses.

“Quando o Inmetro confirma a retirada da certificação da ISO eles acabam automaticamente perdendo o credenciamento (no ministério)”, disse Leal, referindo-se às unidades da Mérieux que foram temporariamente suspensas em março de 2018 em meio a um procedimento administrativo aberto no ministério.

O secretário afirmou que ele e executivos da Mérieux discutiram “medidas corretivas”, sem dar detalhes.

A Mérieux disse que está trabalhando para “restaurar todas as nossas acreditações no Brasil” e acrescentou que está confiante de que seus laboratórios cumpram integralmente todas as exigências. A Mérieux nega qualquer fraude e afirmou que está cooperando com a investigação.

A Mérieux está presente em 23 países e as operações no Brasil representam quase 7 por cento do faturamento da companhia.

A BRF afirmou que depois de perder as acreditações do Inmetro, os laboratórios afetados, que ficam em Goiás, redirecionaram os testes exigidos pelo ministério para outras unidades autorizadas.

Por Ana Mano em São Paulo e Jake Spring em Brasília

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below