February 27, 2019 / 3:27 PM / 5 months ago

Carrefour Brasil vê crescimento sustentável em 2019 com contribuição positiva do marketplace

SÃO PAULO (Reuters) - O Carrefour Brasil prevê crescimento sustentável em todos os formatos em 2019, com expectativa de que a plataforma de marketplace contribua positivamente para os resultados do grupo nos próximos meses, disseram nesta quarta-feira executivos da varejista.

São Paulo, Brasil 9/11/2017. REUTERS/Nacho Doce

“Aceleramos a transformação digital e o marketplace já atingiu breakeven (ponto de equilíbrio), devendo contribuir positivamente neste ano”, afirmou a presidente do Carrefour ebusiness Brasil, Paula Cardoso, em teleconferência com analistas e investidores sobre o balanço da varejista no quarto trimestre

Dentro dos esforços para transformação digital do grupo, ela ressaltou que a parceria firmada há cerca de três meses com a startup de entregas Rappi está trazendo novos clientes ao Carrefour Brasil e aportando volumes à operação de comércio eletrônico.

“Está muito no início da parceria, com investimentos dos dois lados, mas eu diria que 60 por cento dos clientes são novos”, comentou. Ela acrescentou que também está nos planos do grupo o uso de ferramentas de “big data” para incrementar as vendas tanto nos canais online e físico.

No atacarejo, canal que mais cresce dentro do Carrefour Brasil, o grupo planeja manter o ritmo de 20 inaugurações de lojas por ano, apesar da maior concorrência neste segmento, segundo o presidente do Atacadão, Roberto Müssnich.

Ele disse que esse número pode até ser maior se surgirem oportunidades e que o grupo estuda ainda abertura de lojas de menor porte em grandes capitais onde já está presente.

“Temos ambiente mais competitivo, mas, até pela beleza do modelo comercial e a escala que temos, a margem pode ser usada para ter efeito em números absolutos e temos também capacidade de negociação com fornecedores”, comentou Müssnich.

Já no Carrefour Varejo, que reúne os formatos hipermercados, supermercados, lojas de proximidade, postos de combustível e drogarias, o diretor financeiro do grupo, Sébastien Durchon, alertou que a tendência de melhora das margens trimestre após trimestre já observada em 2018 tende a persistir neste ano.

Na noite da véspera, o Carrefour Brasil divulgou lucro líquido ajustado aos acionistas controladores de 758 milhões de reais entre outubro e dezembro, superando em 65,9 por cento o resultado apurado um ano antes graças, sobretudo, à aceleração do crescimento das vendas.

Em relatório, a equipe do BTG Pactual destacou que o balanço não trouxe grandes surpresas em relação aos números esperados pelo banco e manteve recomendação neutra para o papel.

“A perspectiva positiva para receita e lucro deve persistir nos próximos trimestres, sustentando o bom momento do Carrefour. Contudo, o contínuo declínio (em termos de margem) do Carrefour Varejo nos impede de assumir uma visão estrutural mais otimista”, escreveu o analista Luiz Guanais.

Às 13:18, as ações do Carrefour Brasil, que não fazem parte do Ibovespa, cediam 5,2 por cento, a 19,68 reais. Em 2019, contudo, ainda acumulam ganho de 8,8 por cento.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below