March 20, 2019 / 8:47 PM / 3 months ago

Engie negocia turbinas com Vestas para parque eólico de 361 MW na Bahia, diz fonte

SÃO PAULO (Reuters) - A Engie Brasil Energia, da francesa Engie, está em negociações com a fabricante dinamarquesa Vestas para a aquisição de turbinas eólicas para seu complexo Campo Largo 2, que será construído pela elétrica na Bahia, disse à Reuters uma fonte com conhecimento do assunto.

O complexo terá 361 megawatts em capacidade instalada, com investimentos estimados em 1,6 bilhão de reais e entrada em operação prevista para 2021.

No caso de sucesso nas tratativas, seria o primeiro contrato da Engie com a Vestas no Brasil —a empresa utilizou até o momento aerogeradores GE, Alstom e Siemens em seus parques eólicos no país.

“Espero que isso possa ser anunciado em breve”, disse a fonte, sob a condição de anonimato porque não tem autorização para falar com a imprensa.

Procurada, a Vestas disse em nota que “não comenta sobre especulações de mercado”.

A Engie não respondeu de imediato a questionamentos.

A Engie anunciou em fevereiro que seu conselho aprovou o investimento em Campo Largo 2, que terá toda sua produção direcionada para clientes no chamado mercado livre de eletricidade, no qual grandes geradores negociam energia diretamente com geradores e comercializadoras.

O complexo na Bahia é a segunda fase de um empreendimento já colocado em operação pela Engie, o conjunto eólico Campo Largo, de 326 megawatts.

Por Luciano Costa

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below