March 22, 2019 / 6:06 PM / in 6 months

Trump escolhe ex-assessor de campanha Moore para diretoria do Fed

Sede do conselho do Federal Reserve em Washington, nos Estados Unidos 19/03/2019 REUTERS/Leah Millis

WASHINGTON (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou nesta sexta-feira que escolheu Stephen Moore, um comentarista de economia afiliado a um instituto de pesquisa conservador, para uma cadeira na diretoria do Federal Reserve.

“Ele será ótimo no Fed”, disse Trump a repórteres ao chegar na Florida para uma viagem no fim de semana.

O Wall Street Journal, citando uma autoridade do governo, noticiou mais cedo que Trump havia feito a oferta a Moore nesta semana, depois de conversar com ele para cumprimentá-lo por um artigo de opinião do qual ele foi co-autor no jornal.

Antes de se juntar à conservadora Heritage Foundation, Moore trabalhou como escritor de editorial no Wall Street Journal. Ele também foi assessor da campanha presidencial de Trump.

Moore, cuja indicação exigirá a aprovação do Senado, ajudou a escrever o plano tributário de Trump. A posição dará a ele direito de voto no comitê de política monetária de uma instituição cujas altas de juros no ano passado foram frequente alvo da ira de Trump.

Trump ficou tão indignado com as políticas do Fed que teria buscado conselhos no final do ano passado sobre se poderia demitir o chairman do banco central norte-americano, Jerome Powell.

Há duas vagas abertas entre as sete da diretoria do Fed.

Reportagem adicional de Ann Saphir, David Alexander e Trevor Hunnicutt

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below