for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

CEO da BRF diz que Brasil pode vender de 200 mil a 300 mil toneladas a mais para China

Meat processing company BRF SA's logo is pictured in its unit in Fortaleza, Brazil January 10, 2019. REUTERS/Paulo Whitaker

SÃO PAULO (Reuters) - A processadora de alimentos BRF disse nesta quarta-feira que o Brasil vai elevar as exportações de carne suína para China, onde o surto de febre suína é um “evento transformacional” para indústria global de carnes.

O presidente-executivo da BRF, Pedro Parente, disse em uma conferência em São Paulo que a oferta adicional do Brasil à China depende de fábricas em outros Estados brasileiros que não Santa Catarina serem certificadas. Ele disse que o Brasil pode vender mais 200 mil a 300 mil toneladas de carne suína por ano para o país asiático.

Por Ana Mano

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up