April 9, 2019 / 4:29 PM / 4 months ago

Dreyfus anuncia novo chairman para Biosev e outras mudanças administrativas

PARIS/SÃO PAULO (Reuters) - A Louis Dreyfus Company (LDC) anunciou nesta terça-feira um novo presidente para sua deficitária subsidiária brasileira de açúcar e etanol Biosev, que provocou outras mudanças administrativas no grupo.

Adrian Isman assumirá o cargo de presidente do conselho de administração da Biosev, com efeito imediato, substituindo Patrick Treuer, que permanecerá no colegiado do grupo sucroenergético como vice-presidente, enquanto se concentra em seu papel como diretor de estratégia da LDC, disse o grupo.

A Biosev, detida majoritariamente pela holding da LDC, está reorganizando suas operações enquanto tenta se recuperar de uma queda na indústria açucareira.

No ano passado, passou por uma reestruturação da dívida que levou a uma injeção de capital de 1 bilhão de dólares, contribuindo para o aumento da dívida do grupo de commodities.

A LDC, conhecida como Dreyfus, é o “D” do chamado quarteto de empresas globais que comercializam safras, o ABCD, que também inclui Archer Daniels Midland, Bunge e Cargill.

A nomeação de Isman como presidente do conselho da Biosev “reforça o compromisso contínuo do grupo com nossa empresa-irmã”, disse o presidente-executivo da LDC, Ian McIntosh, em um comunicado.

Isman manterá suas funções como chefe da América do Norte na LDC e presidente da Calyx Agro, uma operadora de terras agrícolas parcialmente pertencente à LDC.

Ao mesmo tempo, Anthony Tancredi substituirá Isman como chefe da Plataforma de Grãos da LDC. Enrico Biancheri, anteriormente chefe de operações de açúcar, assumirá o papel atual de Tancredi como chefe da Plataforma de Açúcar.

As mudanças gerenciais seguem a indicação do ano passado de McIntosh como presidente-executivo.

A mudança do CEO, que coincidiu com a substituição do chefe de finanças do grupo, pegou o mercado de surpresa e levantou questões sobre as tensões no grupo durante um período difícil nos mercados agrícolas.

A LDC, desde então, apontou para lucros mais altos em 2018 e a conclusão de uma compra de participações de minoritários pela principal acionista Margarita Louis-Dreyfus como sinais de progresso.

Isman liderou o setor de grãos por um ano e meio, tendo assumido o cargo em uma reforma administrativa anterior, após a saída de vários traders de grãos da Europa.

Tancredi, por sua vez, trabalhou notavelmente nos negócios de algodão da LDC, inclusive como chefe de plataforma, antes de se tornar chefe de açúcar em 2016.

Por Gus Trompiz e Sudip Kar-Gupta, em Paris; reportagem adicional de José Roberto Gomes, em São Paulo

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below