April 22, 2019 / 7:47 PM / in a month

Argentina registra superávit primário no 1º tri apesar de déficit em março

Ministro argentino Dujovne, durante entrevista em Buenos Aires 22/4/2019 REUTERS/Agustin Marcarian

BUENOS AIRES (Reuters) - A Argentina registrou no primeiro trimestre do ano um superávit primário de 10,347 milhões de pesos (238,7 milhões de dólares), equivalente a 0,1 por cento do Produto Interno Bruto (PIB) do país, informou o governo nesta segunda-feira.

O saldo superou a meta para o período janeiro a março, de 6 milhões de pesos, o que dá um respiro para o governo em meio a uma crise.

Entretanto, no mês de março as contas públicas somaram um déficit de 13,037 milhões de pesos (300,7 milhões de dólares), ante um resultado negativo de 14,702 milhões de pesos no mesmo mês de 2018.

“A meta do resultado primário foi superada sem acumular dívida flutuante e superando os pisos do gasto social estabelecidos no acordo com o FMI”, disse o Ministério da Fazenda em comunicado.

No ano passado, a Argentina buscou ajuda do Fundo Monetário Internacional (FMI) em meio a uma crise cambial e chegou a um acordo para uma linha de crédito de cerca de 56 milhões de dólares para tentar estabilizar a economia.

O ministro da Fazenda argentino, Nicolás Dujovne, confirmou que a meta de superávit primário acumulado para o segundo trimestre caiu em 20 milhões de pesos, que foram previstos para o terceiro trimestre, quando o governo espera uma arrecadação maior pelos impostos sobre as exportações de grãos e derivados.

Por Jorge Iorio e Gabriel Burin

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below