April 23, 2019 / 11:14 PM / 3 months ago

AGCO lançará linha de máquinas Fendt para agricultores do Brasil

SÃO PAULO (Reuters) - A fabricante norte-americana de máquinas agrícolas AGCO afirmou nesta terça-feira que deve lançar sua linha de equipamentos Fendt no Brasil ainda neste ano, focando em grandes agricultores de soja do Centro-Oeste.

Produtos da AGCO em estande da empresa no Show Nacional de Máquinas Agrícolas dos EUA 12/02/2016 REUTERS/Meredith Davis

A primeira linha que a AGCO trará ao país será a de tratores de força bruta Fendt Vario, fabricada na Alemanha, disse o chefe da unidade sul-americana da empresa, Luís Felli, em apresentação em São Paulo.

Para o ano que vem, a AGCO planeja iniciar as vendas das maiores plantadoras e colheitadeiras da Fendt, que serão produzidas em duas fábricas no Brasil, visando os grupos agrícolas de maior escala, disse ele.

Felli afirmou que os itens foram, em sua maioria, projetados no Brasil, especificamente para as necessidades dos produtores de grãos dos Estados do Centro-Oeste, onde é produzida grande parte da soja e do milho do país.

“Atualmente, todos querem produzir duas safras por ano no Brasil. As janelas de colheita e plantio são pequenas. Você precisa ganhar velocidade, e esses equipamentos te darão velocidade”, disse o executivo.

A divisão da Fendt na América do Sul será baseada em Sorriso, ao norte de Mato Grosso, exatamente ao longo da BR-163, importante rodovia para o escoamento de grãos. Ela venderá plantadoras de 40 linhas que carregam sementes e fertilizantes e podem ser compactadas e transportadas a outras áreas.

“As maiores plantadoras desse tipo até hoje possuíam 17 linhas, então isso pode fazer grande diferença em uma fazenda de larga escala”, disse Felli.

De acordo com ele, se as condições forem as corretas, as plantadoras de precisão podem avançar com velocidade de até 12 km por hora no campo, em comparação com os 5 km por hora de uma plantadora convencional.

A AGCO também venderá colheitadeiras Fendt com plataformas de até 50 pés de largura e capacidade interna de armazenamento de até 220 sacas de 60 kg de soja.

Felli disse que o Brasil tem ao menos 10 mil agricultores com 5 mil hectares ou mais cada, tamanho de escala agrícola que não é encontrado em nenhum outro lugar, alavancando as vendas potenciais de maquinário grande e poderoso.

A empresa investiu 150 milhões de reais até aqui para trazer a linha Fendt à América do Sul.

Reportagem de Marcelo Teixeira

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below