April 25, 2019 / 3:03 PM / 3 months ago

Ibovespa ensaia melhora com ajuda de JBS; Bradesco limita ganhos

SÃO PAULO (Reuters) - A bolsa paulista ensaiava melhora quinta-feira, com os papéis da JBS entre os principais suportes do Ibovespa, embora o declínio de Bradesco limitasse o ganho, em meio a movimentos de realização de lucros nas ações após resultado trimestral dentro do esperado do segundo maior banco privado do país.

REUTERS/Paulo Whitaker

Às 11:52, o Ibovespa subia 0,37 por cento, a 95.397,86 pontos. Mais cedo, na mínima, caiu 0,88 por cento. O volume financeiro somava 4,42 bilhões de reais.

Para a equipe da Coinvalores, o mercado continua inseguro sobre quanto o texto da proposta de reforma da Previdência apresentado pelo governo pode ser “desidratado”, conforme nota distribuída a clientes.

Nesse contexto, estão no radar desdobramentos relacionados à instalação da comissão especial da reforma na Câmara dos Deputados, que analisará o mérito da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) para mudar as regras de aposentadorias.

Mais cedo, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), anunciou que o deputado Marcelo Ramos (PR-AM) será o presidente da comissão, e a relatoria ficará com Samuel Moreira (PSDB-SP).

A trajetória negativa do S&P 500 e do Dow Jones em Wall Street também atenuava uma recuperação mais vigorosa no pregão brasileiro, com a temporada de balanços norte-americana também influenciando os negócios em NY.

DESTAQUES

- BRADESCO PN perdia 1,71 por cento e BRADESCO ON caía 1,48 por cento, mesmo após resultado do primeiro trimestre com crescimento de 22 por cento no lucro líquido recorrente na comparação anual, que agradou analistas, mas ficou em linha com as estimativas.

- JBS subia 3,31 por cento, recuperando-se de queda na véspera, conforme permanecem as perspectivas positivas para o setor de proteínas no Brasil em decorrência do surto de peste suína africana na China. Também no radar, a Seara Alimentos, do grupo JBS, recebeu autorização do governo da Índia para exportar produtos de frango a partir do Brasil para o país.

- NATURA disparava 8,51 por cento, tendo no radar que a Avon NA Holdings, subsidiária da Avon Products, e a sócia Cerberus Investor fecharam acordo para vender a Avon North America para a LG Household & Health Care. Em março, a Natura disse que estava negociando potencial transação envolvendo a Avon.

- SABESP tinha elevação de 2,93 por cento, com as atenções voltadas para a tramitação da medida provisória 868/2018 sobre o marco regulatório para o setor do saneamento básico, que pode ser votada nesta quinta-feira em comissão mista e é considerada essencial para selar o destino da companhia de água e esgoto de São Paulo. (bit.ly/2ZCzm46)

- PETROBRAS PN subia 0,69 por cento, tendo de pano de fundo a alta dos preços do petróleo Brent no exterior, com o noticiário incluindo anúncio de provisão de 1,3 bilhão de reais por litígios envolvendo a Sete Brasil e novo programa de desligamento voluntário.

- VALE cedia 0,81 por cento, também pesando no Ibovespa, em movimento alinhado com o de outras mineradoras no exterior.

- BRASKEM PNA recuava 1,34 por cento, também na ponta de baixa do Ibovespa. Em relatório nesta semana, analistas do UBS afirmaram que esperam resultados bastante fracos para a petroquímica no primeiro trimestre, pressionados por spreads menores.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below