April 29, 2019 / 9:12 PM / 3 months ago

Controladora do Google tem resultado abaixo do esperado no trimestre

Mostra de pesquisa na página do Google por meio de uma lente de aumento. Berlim, 11/8/2015. REUTERS/Pawel Kopczynsk

BANGALORE, Índia (Reuters) - A Alphabet, controladora do Google, não conseguiu aproveitar os benefícios da economia norte-americana forte, que ajudou a impulsionar rivais no primeiro trimestre, e apresentou nesta segunda-feira receita abaixo do esperado.

As ações da empresa despencavam mais de 5 por cento no pregão após o fechamento regular, depois de fecharem em alta de 1,5 por cento, para o recorde de 1.296,20 dólares.

Grandes rivais na área de venda de publicidade online como Facebook, Snap, Amazon.com e Twitter divulgaram na semana receita trimestral acima ou em linha com as expectativas de analistas.

A Alphabet afirmou que o faturamento trimestral subiu 17 por cento sobre um ano antes, para 36,3 bilhões de dólares, ante expectativa média de Wall Street de 37,3 bilhões, segundo dados da IBES Refinitiv. Considerando efeitos cambiais, a receita subiu 19 por cento.

O crescimento de 17 por cento foi o mais lento em três anos e se compara à expansão de 26 por cento obtida no mesmo trimestre do ano passado. A empresa afirmou que os cliques pagos em seus sites caíram 9 por cento ante o trimestre anterior.

Os custos trimestrais subiram quase o mesmo que a receita, avançando 16,5 por cento sobre um ano antes, para 29,7 bilhões de dólares.

Os 3 bilhões de usuários do Google ajudaram a maior vendedora de espaço publicitário na internet a capturar quase um terço de toda a receita na área, segundo a empresa de pesquisa de mercado EMarketer. O Facebook detém participação de cerca de 20 por cento.

A Alphabet tem afirmado que o aumento nas despesas são justificados, uma vez que está investindo em escritórios, centros de processamento de dados e capacidades de inteligência artificial, em linha com a demanda esperada pelos serviços da empresa.

As ações da Alphabet acumulam alta de 23 por cento neste ano, menor variação entre as empresas que compõem o grupo conhecido como “FAANG”. Facebook tem valorização de 48 por cento, Netflix subiu 39 por cento, Apple avançou 30 por cento e Amazon acumula ganho de 29 por cento.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below