May 2, 2019 / 5:44 PM / 5 months ago

Moore se retirou da disputa para cargo no Fed, diz Trump

Prédio do Federal Reserve em Washington (EUA) 22/08/2018 REUTERS/Chris Wattie

(Reuters) - Escolhido do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, para ocupar uma vaga no Federal Reserve, o comentarista econômico Stephen Moore retirou-se da disputa depois de semanas de crítica sobre suas visões acerca da política de juros e comentários sexistas sobre mulheres.

“Steve Moore, um grande economista pró-crescimento e uma pessoa verdadeiramente boa, decidiu se retirar do processo do Fed”, disse Trump no Twitter nesta quinta-feira. “Steve venceu a batalha de ideias, incluindo os cortes de impostos... e a desregulamentação, que produziram prosperidade não inflacionária para todos os norte-americanos. Pedi a Steve que trabalhasse comigo para o crescimento econômico futuro em nosso país.”

Apenas algumas horas antes, Moore havia dito à Bloomberg TV que estava “totalmente comprometido” e que esperava ser indicado em três semanas.

Moore, de 59 anos, foi escolhido por Trump em março para preencher um dos dois cargos vagos no Fed, mas não foi indicado formalmente. A outra escolha de Trump para o Fed, o ex-candidato presidencial e empresário Herman Cain, retirou-se da disputa em meados de abril.

No Fed, Moore teria tido voto permanente nas decisões de juros por pelo menos cinco anos, podendo chegar a 11 anos, dependendo de qual das duas vagas ele ocupasse.

Por Dan Burns

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below