May 6, 2019 / 2:50 PM / 4 months ago

Bolsa de Dalian, na China, abrirá negócios de soja e farelo a investidor estrangeiro

Funcionários são vistos na recepção da bolsa de Dalian. REUTERS/Muyu Xu

PEQUIM (Reuters) - A bolsa chinesa de Dalian pretende abrir um dos seus contratos futuros de soja para investidores estrangeiros neste ano, junto com futuros de farelo de soja, óleo de soja e óleo de palma, disse uma autoridade da bolsa nesta segunda-feira.

Tal acesso destacaria os esforços da China para permitir maior participação estrangeira em seus mercados futuros domésticos, bem como sua ambição de obter maior influência sobre os preços de suas principais importações de commodities.

“Começamos com minério de ferro e abriremos vários produtos de commodities”, disse Wang Weijun, vice-gerente geral da Dalian.

O minério de ferro foi a segunda commodity que a China abriu para investidores externos, após o lançamento de um contrato futuro de petróleo bruto em março, visando competir com referências globais.

A China também permitiu o investimento estrangeiro em futuros domésticos de ácido tereftálico purificado (PTA) em setembro do ano passado.

A bolsa precisará de aprovação regulatória antes de abrir contratos adicionais para investidores estrangeiros.

A bolsa de commodities se comprometeu a melhorar o mecanismo de negociação de futuros de minério de ferro ao propor a inclusão de outras moedas além do iuane e do dólar para pagar margens de garantia nas negociações com a commodity, disse Wang.

Por Muyu Xu e Dominique Patton

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below