May 8, 2019 / 1:19 PM / 13 days ago

Gerdau tem melhor Ebitda para 1º tri em 11 anos

SÃO PAULO (Reuters) - A Gerdau divulgou nesta quarta-feira lucro líquido ajustado de 453 milhões no primeiro trimestre, acréscimo de apenas 1 por cento em relação ao mesmo período do ano anterior, mas o resultado operacional medido pelo Ebitda foi o melhor para o período dos últimos 11 anos.

Rolos de aço 03/04/2019 REUTERS/Yves Herman

O grupo siderúrgico teve lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ajustado de 1,55 bilhão de reais, crescimento de 4,6 por cento na comparação com o primeiro trimestre de 2018. A margem Ebitda subiu de 14,3 para 15,5 por cento, conforme o material de divulgação do balanço.

Nos primeiros três meses do ano, contudo, o volume de aço produzido recuou 19,7 por cento, para 3,343 milhões de toneladas, e as vendas caíram 22,9 por cento, para 2,985 milhões de toneladas.

Segundo a companhia, isso ocorreu em razão dos desinvestimentos de operações no Chile, na Índia e de grande parte das unidades de vergalhão e da unidade de fio-máquina nos Estados Unidos, concluídos em 2018.

A receita líquida caiu 3,5 por cento, para 10,026 bilhões de reais, enquanto o custo de vendas recuou 14 por cento, para 129 milhões de reais, e as despesas gerais e administrativas tiveram redução de 11,5 por cento. A margem bruta passou de 12,9 para 12,7 por cento entre os primeiros trimestres de 2018 e 2019.

Entre as unidades de negócios, a receita líquida no Brasil registrou aumento de 6,6 por cento e a América do Norte mostrou queda de 13,2 por cento na comparação ano a ano. América do Sul teve recuo de 23,6 por cento e Aços Especiais teve alta de 6,2 por cento.

Em relação ao Ebitda, a América do Norte mostrou expansão de 104 por cento, enquanto Brasil teve queda de 10,3 por cento, América do Sul registrou baixa de 16 por cento e Aços Especiais apurou decréscimo de 24,4 por cento.

A companhia fechou o primeiro trimestre do ano com dívida líquida de 12,461 bilhões de reais, ante 11,582 bilhões no fim de 2018. A relação entre dívida líquida e Ebitda ficou em 1,8 vez ante 1,7 vez na posição de 31 de dezembro de 2018.

Analistas do Itaú BBA consideraram que a empresa reportou resultados sólidos. No caso do Ebitda, que superou as expectativas, a equipe afirmou em nota a clientes que tal desempenho é explicado principalmente pelos resultados mais fortes do que o esperado nos EUA.

INVESTIMENTOS

A Gerdau realizou investimentos da ordem de 305 milhões de reais no primeiro trimestre, sendo 191 milhões de reais para manutenção geral, 77 milhões de reais para expansão e atualização tecnológica e 37 milhões de reais para manutenção da usina de Ouro Branco (MG).

Do valor total desembolsado no trimestre, 41 por cento foram destinados às operações no Brasil, 31 por cento para América do Norte, 24 por cento para Aços Especiais e 4 por cento para América do Sul.

Para 2019, a siderúrgica prevê investimentos de 2,2 bilhões de reais. Segundo a companhia, o montante faz parte do programa de 7,1 bilhões de reais para o período de 3 anos (2019-2021), sendo 2,4 bilhões de investimentos em expansão e atualização tecnológica, dos quais a maior a parte se refere a aumento de capacidade.

A companhia realiza teleconferência com analistas sobre o balanço às 14h (horário de Brasília).

Reportagem de Paula Arend Laier

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below