May 8, 2019 / 2:29 PM / 16 days ago

Engie e CDPQ têm aval sem restrições do Cade para aquisição da TAG junto à Petrobras

SÃO PAULO (Reuters) - A francesa Engie e o fundo de pensão canadense Caisse de Dépôt et Placement du Québec receberam aval do órgão brasileiro de defesa da concorrência para sua bilionária aquisição da Transportadora Associada de Gás (TAG), unidade de gasodutos da estatal Petrobras.

Segundo despacho do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) no Diário Oficial da União desta quarta-feira, a operação de 8,6 bilhões de dólares foi aprovada sem restrições.

A aquisição foi anunciada no início de abril, após um processo competitivo vencido por um consórcio entre a Engie Brasil Energia, braço da Engie no Brasil, sua controladora Engie e o CDPQ. As empresas terão 90 por cento da TAG, enquanto a Petrobras manterá uma fatia de 10 por cento.

“A presente operação representa uma desverticalização pró-competitiva no segmento, dado que o Sistema Petrobras é atualmente o maior operador de gasodutos do Brasil... além de não gerar concentrações econômicas, a operação em análise favorece o ambiente competitivo no setor de gás natural”, afirmou o Cade em seu parecer sobre a operação.

Fora a TAG, a Petrobras ainda tem participação societária de 51 por cento no gasoduto Brasil Bolívia- TBG, além de 25 por cento na Transportadora Sulbrasileira de Gás (TSB) e 10 por cento na Nova Transportadora do Sudeste (NTS), que teve o controle vendido pela petroleira estatal à canadense Brookfield em 2017, apontou o órgão antitruste.

Por Luciano Costa

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below