May 9, 2019 / 9:57 PM / 4 months ago

Suzano tem prejuízo de R$1,23 bi no 1º tri, com peso de resultado financeiro

SÃO PAULO (Reuters) - A Suzano teve prejuízo líquido de 1,23 bilhão de reais no primeiro trimestre, revertendo resultado positivo obtido um ano antes, com impacto de aumento do resultado financeiro negativo e queda nas vendas de celulose e papel.

A Suzano afirmou no balanço que o resultado financeiro do período ficou negativo em 1,94 bilhão de reais após 427 milhões negativos no primeiro trimestre do ano passado. Pesou nesta conta as operações para incorporação da rival Fibria e também variações cambiais.

A empresa apurou geração de caixa medida pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ajustado de 2,76 bilhões de reais, queda de 18 por cento na comparação anual.

Analistas, em média, esperavam Ebitda de 2,63 bilhões de reais para o período, segundo dados da Refinitiv. Não ficou imediatamente claro se os números são comparáveis.

A empresa, maior produtora de celulose de eucalipto do mundo e que divulgou mais cedo que vai cortar produção para lidar com excesso de estoques globais do insumo, teve queda de 27,2 por cento no volume de vendas do primeiro trimestre sobre um ano antes.

“Nosso objetivo é gerar mais valor no longo prazo e para isso temos sido consistentes em nossa estratégia comercial, de forma a contribuirmos para uma menor volatilidade de preços no mercado”, disse o presidente-executivo da Suzano, Walter Schalka em comunicado à imprensa.

Segundo a Suzano, o preço líquido médio de venda de celulose da empresa no primeiro trimestre ficou em 705 dólares a tonelada, uma queda de 2 por cento sobre o mesmo período do ano passado.

Além da venda de celulose ter recuado quase 30 por cento na comparação anual, a venda de papel caiu 3,5 por cento.

Com isso, a receita líquida da companhia recuou 15 por cento no primeiro trimestre sobre os três primeiros meses do ano passado, para 5,7 bilhões de reais. A estimativa média de analistas para esta linha era de faturamento de 5,6 bilhões de reais, segundo a Refinitiv.

A Suzano terminou o trimestre com uma relação de dívida líquida sobre Ebitda ajustado de 3,4 vezes em reais e de 3,3 vezes em dólares. Um ano antes as relações eram de 1,9 vez para ambas as moedas.

A companhia informou no balanço que prevê investimento de 6,4 bilhões de reais em 2019, dos quais 1,4 bilhão de reais serão aplicados em compra de terras e florestas.

Por Alberto Alerigi Jr.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below