May 14, 2019 / 11:22 AM / 5 months ago

Trump defende negociações comerciais com China e diz que EUA estão em posição melhor

Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump 14/05/2019 REUTERS/Leah Millis

WASHINGTON (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, defendeu nesta terça-feira a guerra comercial com a China, no momento em que as tensões se intensificam e os mercados ampliam as perdas, prometendo um acordo com o presidente chinês, Xi Jinping, em breve, mesmo com os temores sobre uma prolongada disputa aumentando.

Em uma série de publicações em sua conta no Twitter nesta terça-feira, Trump manteve sua agenda “América Primeiro” em apoio às tarifas comerciais dos EUA e pedindo para que as empresas norte-americanas o apoiem e afastem seus negócios da China.

“Quando for o momento certo, faremos um acordo com a China”, disse Trump. “Vai acontecer e muito mais rápido do que as pessoas imaginam.”

Trump disse que ele poderia fazer um acordo com Pequim agora, mas afirmou que não seria prejudicado novamente e criticou a China pela tentativa de renegociação do acordo de última hora.

“Estamos em uma posição muito melhor agora do que qualquer acordo que pudéssemos ter feito” com Pequim, disse ele em uma série de publicações no Twitter.

Trump também defendeu os esforços comerciais de seu governo com a China como modelo para negociações dos EUA com os outros países.

“Outros países já estão negociando conosco porque não querem que isso aconteça com eles. Eles têm que fazer parte da ação dos EUA”, acrescentou.

Reportagem de Susan Heavey

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below