May 27, 2019 / 12:13 PM / 2 months ago

Trump pressiona Japão por déficit comercial e espera "coisas boas" da Coreia do Norte

TÓQUIO (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, pressionou o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, nesta segunda-feira a ajustar os desequilíbrios comerciais com os EUA e disse estar contente em relação a como as coisas estão andando com a Coreia do Norte, mas não tem pressa para alcançar um acordo de paz.

27/05/2019 REUTERS/Jonathan Ernst - RC1EECB9A2E0

Trump disse em uma coletiva de imprensa com Abe após a cúpula que seu objetivo é remover as barreiras comerciais para colocar as exportações dos EUA em um patamar justo no Japão. Ele disse esperar ter mais anúncios para fazer sobre o comércio muito em breve, e afirmou que ele e Abe concordaram em expandir a cooperação na exploração espacial humana.

“Nós temos um desequilíbrio incrivelmente grande, como vocês sabem, há um desequilíbrio comercial com o Japão por muitos e muitos anos, com o Japão tendo uma grande vantagem”, disse Trump.

“Eles são pessoas de negócios brilhantes, negociadores brilhantes e nos colocam em uma situação muito difícil. Mas acho que teremos um acordo com o Japão”, acrescentou.

Abe, por sua vez, disse que os dois líderes concordaram em acelerar as negociações, mas não comentou sobre um cronograma.

Trump, que está em uma visita de quatro dias ao Japão, disse no Twitter no domingo que espera que as grandes mudanças no comércio aguardem até a eleição do Senado japonês em julho.

“Em termos de comércio, acho que anunciaremos algumas coisas, provavelmente em agosto, que serão muito boas para os dois países”, disse Trump nesta segunda-feira no início das negociações. “Vamos equilibrar a balança comercial, penso eu, ajustando a situação rapidamente”.

O vice-secretário-geral de Gabinete, Yasutoshi Nishimura, disse a jornalistas que não há um acordo para chegar a um pacto comercial até agosto.

Abe, que desenvolveu um relacionamento caloroso com Trump desde que o líder dos EUA chegou ao poder, ressaltou a proximidade dos laços.

“Esta visita do presidente Trump e madame Trump é uma oportunidade de ouro para mostrar claramente o laço inabalável para o mundo inteiro e também dentro do Japão”, disse Abe em coletiva de imprensa.

Trump e Abe também têm divergências sobre a Coreia do Norte.

Trump expressou otimismo sobre as perspectivas de que a Coreia do Norte desista de seu programa nuclear e repetiu que não se incomodou com os recentes testes de mísseis.

“Meu pessoal acha que pode ter sido uma violação, como vocês sabem. Eu vejo isso de forma diferente - eu vejo isso como um homem, talvez ele queira chamar atenção. Talvez não. Quem sabe? Não importa. Tudo o que sei é que não houve testes nucleares, nenhum míssil balístico saindo, nenhum míssil de longo alcance saindo. E acho que um dia teremos um acordo “, disse Trump.

“Eu não estou com pressa”, acrescentou.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below