May 30, 2019 / 8:28 PM / 5 months ago

Dólar fica quase estável com mercado de olho em situação comercial sino-americana

REUTERS/Ricardo Moraes

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar fechou perto da estabilidade nesta quinta-feira, abandonando queda de mais cedo, conforme os mercados internacionais perderam fôlego em meio a tensões comerciais sino-americanas.

O dólar à vista teve variação positiva de 0,07%, a 3,9790 reais na venda.

No mercado futuro da B3, o contrato mais líquido de dólar subia 0,08%, para 3,9780 reais.

Na mínima do dia, a cotação à vista recuou 0,53%, a 3,9552 reais na venda. A queda coincidiu com momento de maior apetite por risco nos mercados externos, refletido pelas altas em Wall Street e nos juros dos Treasuries.

No fim do dia, o S&P 500 subiu apenas 0,2% (após alta de quase 0,6%), enquanto os juros dos Treasuries de dez anos caíam a 2,2150% ao ano, depois de subirem para 2,285% na máxima.

As preocupações com a batalha comercial entre Estados Unidos e China seguiram no radar. No Brasil, analistas destacaram os efeitos da guerra tarifária sobre as exportações, o que implica menor entrada de capital e, portanto, menor oferta de dólares.

“O fluxo total de dólar entre janeiro e maio de 2019 continua muito menor que o do mesmo período dos últimos dois anos, por causa principalmente da menor entrada de dinheiro via segmento comercial”, afirmou o BTG Pactual em nota a clientes.

Por José de Castro

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below