June 3, 2019 / 5:15 PM / in 3 months

FCStone eleva previsões de safra, exportações e estoques de milho do Brasil

SÃO PAULO (Reuters) - Com uma colheita histórica de milho, o Brasil terá exportações recordes de 33 milhões de toneladas e ainda fechará a temporada 2018/19 com grandes estoques finais, em 17,9 milhões de toneladas, apontou nesta segunda-feira a consultoria INTL FCStone.

Colheita de milho em Santo Antônio do Jardim (SP) 06/02/2014 REUTERS/Paulo Whitaker

Até o mês passado, a consultoria estimava as exportações de milho do país na atual temporada em 32 milhões de toneladas e os estoques finais em 17,4 milhões de toneladas.

O aumento da previsão de exportações do Brasil, que tem visto boa demanda pelo seu milho, ocorreu com um crescimento da segunda safra do cereal, revisada de 68,5 milhões de toneladas para um recorde de 70,2 milhões de toneladas, diante de boas condições climáticas.

Com uma segunda safra maior que o esperado, com colheita já em andamento em alguns Estados, como Mato Grosso e Paraná, a produção brasileira deve atingir nível recorde no ciclo 2018/19, de 98,2 milhões de toneladas, segundo a consultoria INTL FCStone.

“O otimismo quanto aos resultados da safrinha é generalizado, incluindo Estados do Matopiba (região que compreende os Estados do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia)”, disse a analista de mercado da INTL FCStone, Ana Luiza Lodi.

Com uma grande colheita, o Brasil deverá tirar proveito de uma safra afetada por inundações nos Estados Unidos, ganhando mercado dos norte-americanos neste ano ou mesmo exportando volumes para os EUA, conforme avaliação de especialistas consultados pela Reuters.

“As exportações do cereal já começaram a se aquecer, antes do período usual, a partir do segundo semestre, e há muitas preocupações com a produção norte-americana”, disse Ana Luiza, sem entrar em detalhes, em nota.

Na temporada passada, quando a safra foi afetada por uma seca, o Brasil colheu apenas 80,7 milhões de toneladas e exportou somente 24,8 milhões de toneladas.

SOJA

Com relação à soja, já colhida, a FCStone estimou a safra 2018/19 em 116,5 milhões de toneladas, estável ante o mês anterior.

“Apesar de não ter sido recorde, o resultado da safra brasileira de soja ficou consideravelmente acima de estimativas anteriores, em torno de 112 milhões de toneladas”, comentou a analista. Na temporada passada, atingiu um recorde de 119,3 milhões.

Por Roberto Samora; edição de Luciano Costa

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below