June 6, 2019 / 8:57 PM / 4 months ago

Comercializadora Focus Energia negocia compra da hidrelétrica São Roque, dizem fontes

SÃO PAULO (Reuters) - A comercializadora de eletricidade Focus Energia está negociando a aquisição da hidrelétrica São Roque, em Santa Catarina, um empreendimento controlado pela Nova Engevix que teve as obras paralisadas após um avanço de cerca de 80%, disseram à Reuters duas fontes com conhecimento do assunto.

As conversas estão em estágio avançado, mas o fechamento da operação dependeria de aval da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), uma vez que a usina sofreu significativo atraso no cronograma e está sob risco de ter a outorga revogada pelo regulador, afirmaram as fontes, que falaram sob a condição de anonimato porque as tratativas são sigilosas.

“A Focus tem interesse e está trabalhando para que isso dê certo”, disse uma das pessoas, acrescentando que a conclusão da usina ainda deverá demandar um investimento de cerca de 400 milhões de reais.

O projeto já recebeu investimentos de cerca de 500 milhões de reais.

“Ainda é preciso definir alguns pontos, mas eles demonstraram bastante interesse em continuar com a obra”, afirmou a segunda fonte.

A usina, que terá uma capacidade instalada de 142 megawatts, teve a concessão licitada pelo governo federal em 2011 e precisaria originalmente iniciar a operação comercial em 2016.

Mas a construção foi paralisada após o envolvimento da então Engevix em fatos apurados por autoridades brasileiras na Operação Lava Jato, que investigou um enorme escândalo de corrupção entre empreiteiras, estatais e partidos políticos no país.

A Nova Engevix, nome que a empresa adotou para tentar se reerguer após o escândalo, afirma em seu site que apesar da paralisação “a obra está sendo continuamente preservada e acompanhada por engenheiros e técnicos especializados”.

Procurado, um porta-voz da Focus Energia recusou-se a comentar. A Nova Engevix disse que “não se pronuncia sobre empresas que demonstram interesse na usina São Roque”.

A Nova Engevix está há anos buscando um comprador para o empreendimento, sem sucesso até o momento.

A usina havia negociado a produção futura no leilão realizado em 2011, mas esses contratos, com distribuidoras de energia, já foram cancelados após o atraso do projeto, afirmou a segunda fonte.

Assim, caso a negociação seja concluída e aprovada pela Aneel, a Focus Energia precisará buscar compradores para a energia do empreendimento, uma tarefa que será facilitada pelo fato de a empresa ser comercializadora.

A Focus poderia vender energia em leilões promovidos pelo regulador ou no mercado livre de eletricidade, acrescentou a fonte.

Na época da licitação, os investimentos na usina eram avaliados em cerca de 700 milhões de reais.

Por Luciano Costa

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below