June 11, 2019 / 11:30 AM / in 5 months

Consórcio de Libra contrata SBM para 2° sistema de produção de Mero, diz Petrobras

Funcionário da Petrobras em FPSO na bacia de Campos 21/04/2006 REUTERS/Bruno Domingos

SÃO PAULO (Reuters) - O consórcio responsável pelo bloco de produção de petróleo de Libra assinou contrato com o Grupo SBM SBMO.AS para afretamento e operação do segundo sistema de produção definitivo do campo de Mero, na área noroeste do bloco, disse a Petrobras (PETR4.SA) em comunicado nesta terça-feira.

A Petrobras, que é a operadora do consórcio, disse que a plataforma, do tipo FPSO, deverá interligar até 16 poços e terá capacidade de processar até 180 mil barris de petróleo por dia, além de 12 milhões de metros cúbicos por dia de gás. O início da produção está previsto para 2022.

A unidade será operada pela SBM, que também será responsável pela construção, com afretamento do FPSO por 22,5 anos. Parte da construção será realizada no Brasil, em modelo semelhante ao adotado por outras unidades afretadas pela Petrobras.

O Consórcio de Libra é operado pela Petrobras (40%), em parceria com Shell (20%), Total (20%), CNPC (10%) e CNOOC Limited (10%).

Por Luciano Costa; Edição de Pedro Fonseca

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below