June 24, 2019 / 12:31 PM / 5 months ago

Exportações de petróleo do Irã caem ainda mais em junho com sanções de Trump

LONDRES (Reuters) - As exportações iranianas de petróleo em junho já caíram até o momento para 300 mil barris por dia (bpd) ou menos, depois que os Estados Unidos reforçaram a pressão sobre a principal fonte de receita de Teerã, segundo fontes da indústria e dados de petroleiros, apertando a oferta global.

Navio petroleiro no Estreito de Ormuz 24/06/2019 REUTERS/Hamad I Mohammed

Os EUA voltaram a impor sanções sobre o Irã em novembro, após deixarem um acordo nuclear de 2015 entre Teerã e seis potências mundiais. Com o objetivo de reduzir as vendas de petróleo do Irã a zero, os EUA colocaram fim em maio a algumas isenções às sanções que haviam sido garantidas importadores de petróleo iraniano.

O Irã, no entanto, enviou ao exterior cerca de 300 mil bpd de petróleo bruto nas primeiras três semanas de junho, segundo duas fontes do setor que rastreiam os fluxos. Dados do Refinitiv Eikon mostram os embarques de petróleo em cerca de 240 mil bpd.

“É um nível muito baixo das exportações de petróleo”, disse uma das fontes.

As exportações do Irã ficaram em entre cerca de 400 mil e 500 mil bpd em maio, conforme estimativa de fontes do setor e dados do Refinitiv. Mas mesmo esse volume representa uma fração dos mais de 2,5 milhões de bpd exportados pelo Irã em abril de 2018, um mês antes de o presidente Donald Trump retirar os Estados Unidos do acordo nuclear.

O aperto nas exportações do Irã, membro da Organização dos Países Exportadores de Petróleo, é um fator-chave para o grupo de produtores e seus aliados, que se reunirão em 1 e 2 de julho para decidir sua política de produção de petróleo no restante de 2019.

As exportações iranianas ficaram mais opacas desde que as sanções dos EUA voltaram em novembro, o que dificulta uma avaliação sobre seus volumes.

Teerã não informa mais seus números de produção para a Opep e não há informações definitivas sobre as exportações, pois pode ser difícil dizer se uma embarcação navegou para um usuário final específico.

Os dados do Refinitiv Eikon mostraram que o Irã exportou 5,7 milhões de barris de petróleo nos primeiros 24 dias de junho para os Emirados Árabes Unidos, Turquia, Cingapura e Síria, embora esses possam não ser os destinos finais.

A Kpler, outra empresa que monitora os fluxos de petróleo, estima que o Irã carregou 645 mil bpd de petróleo bruto e condensado, um óleo leve, para navios-petroleiros na primeira metade de junho, dos quais 82% estão navegando nas águas do Golfo.

Isso colocaria as exportações reais de petróleo na primeira metade do mês ainda abaixo de 300 mil bpd.

“As restrições norte-americanas estão tendo um efeito claro sobre a capacidade do Irã de vender nos mercados globais”, disse a Kpler.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below