June 29, 2019 / 3:46 PM / 3 months ago

Abe diz que líderes do G20 confirmam necessidade de comércio livre e justo

OSAKA (Reuters) - Os líderes do G20 claramente confirmaram a necessidade de políticas comerciais livres, justas e não discriminatórias, afirmou o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, neste sábado.

Falando depois de presidir a cúpula de dois dias do G20 em Osaka, oeste do Japão, Abe disse que líderes também encontraram um consenso sobre mudanças climáticas, apesar de “grandes diferenças” nas opiniões de seus membros.

“A economia global continua a enfrentar riscos, à medida em que tensões comerciais persistem”, disse Abe, em entrevista coletiva. 

“Os líderes do G20 concordaram sobre a necessidade de países membros liderarem um forte crescimento econômico global, estando prontos para tomar medidas adicionais, se necessárias”, disse. 

Abe também disse que havia dito ao presidente norte-americano, Donald Trump, e ao presidente chinês, Xi Jinping, que era extremamente importante realizar discussões construtivas para resolver suas tensões comerciais.

Os Estados Unidos e a China concordaram em recomeçar discussões comerciais, e Washington não colocará novas tarifas em exportações chinesas, segundo a agência de notícias oficial Xinhua, enquanto Trump afirmou que as conversas estão “de volta aos trilhos”. 

“O G20 concordou em princípios fundamentais em apoio a um sistema de livre comércio, para assegurar um comércio livre, justo e sem discriminações, assim como mercados abertos e um terreno nivelado para todas as nações”, disse Abe.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below