July 2, 2019 / 3:06 PM / 14 days ago

Wall St cai com redução de otimismo comercial

REUTERS/Lucas Jackson

(Reuters) - Os índices acionários dos Estados Unidos rondavam a estabilidade nesta terça-feira, um dia depois de registrarem um rali recorde, com o otimismo causado pela retomada das negociações comerciais entre EUA e China sendo ofuscado pela ameaça tarifária norte-americana sobre mais 4 bilhões de dólares em produtos europeus.

Às 12:03 (horário de Brasília), o índice Dow Jones subia 0,07%, a 26.735 pontos, enquanto o S&P 500 ganhava 0,113348%, a 2.968 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq avançava 0,01%, a 8.092 pontos.

Justo quando as tensões com a China pareciam estar melhorando, o governo dos EUA aumentou na segunda-feira a pressão sobre a Europa em uma antiga disputa sobre subsídios a aeronaves.

“Embora a ameaça de tarifas adicionais sobre as importações da União Europeia continue a assombrar os investidores, o mercado deve fazer uma pausa até que novos dados macroeconômicos sejam divulgados”, disse Peter Cardillo, economista-chefe na Spartan Capital Securities.

O setor de energia recuava 1,18% e exercia a maior pressão sobre os mercados, à medida que os preços do petróleo caíam em meio a preocupações sobre a demanda. A Exxon Mobil e a Chevron tinham queda de 1% cada.

O S&P 500 atingiu uma máxima recorde na segunda-feira, depois que os EUA e a China concordaram no final de semana em retomar as negociações comerciais após um colapso em maio.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below