July 11, 2019 / 1:04 PM / in 2 months

Mexicano Inbursa recebe aval do Cade para comprar um terço de credenciadora no Brasil

23/05/2019 REUTERS/Edgard Garrido - RC13DE87CC00

SÃO PAULO (Reuters) - O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou sem restrições a compra de um terço do capital da credenciadora Global Payments South America, Brasil pelo banco mexicano Inbursa, controlado pelo grupo do bilionário Carlos Slim.

A operação, segundo parecer do Cade, “não enseja em nenhum problema concorrencial, pois representa a entrada do banco Inbursa no segmento de credenciamento, além da eventual integração vertical não representar risco à concorrência”.

A integração vertical citada pelo Cade se refere a uma eventual parceria entre a credenciadora e a operadora de telecomunicações Claro, também controlada pelo grupo de Slim.

Para o Cade, “uma eventual integração vertical entre a Claro e a Global Payments South America não se afigura significante, uma vez que a Claro deteria cerca de 24% no mercado brasileiro de telefonia móvel, em termos de quantidade de celulares...Por outro lado, o mercado de credenciamento é caracterizado pela atuação relevante de Cielo e Rede, que juntas respondem por cerca de 60% a 80% das transações registradas no país”.

A autarquia ainda citou que a participação de mercado da Global Payments South America foi estimada em menos de 10%, “com base em dados de 2017. Nesse sentido, a operação não gera a possibilidade de fechamento dos mercados verticalmente relacionados”.

Por Alberto Alerigi Jr.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below