July 22, 2019 / 6:01 PM / 2 months ago

Escolha de Trump para Fed pede por corte acentuado de juros, diz Washington Post

WASHINGTON (Reuters) - A economista escolhida pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, para um cargo na diretoria no Federal Reserve pediu por um corte acentuado na taxa de juros na reunião de política monetária do banco central na próxima semana, informou o Washington Post nesta segunda-feira.

Perguntada se ela defendia um corte de 50 pontos-base no intervalo do Fed para sua taxa básica de juros, Judy Shelton disse: “Sim. Eu teria votado em um corte de 50 pontos na reunião de junho”, informou o Washington Post, citando um e-mail de Shelton.

Trump disse neste mês que Shelton, que trabalhou como consultora econômica para a campanha presidencial de Trump em 2016, seria sua escolha para um cargo aberto na diretoria do Fed.

Nos últimos meses, o presidente e as autoridades de seu governo vêm pressionando o banco central independente para reduzir os custos dos empréstimos, a fim de estimular a economia. Uma economia mais forte poderia ajudar a candidatura de Trump para a reeleição em 2020.

Por Makini Brice e Jason Lange

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below