July 31, 2019 / 10:35 AM / 3 months ago

Crescimento da zona do euro no 2º tri desacelera e inflação enfraquece

21/05/2019 REUTERS/Antonio Bronic - RC170C2D8BA0

BRUXELAS (Reuters) - O crescimento econômico da zona do euro desacelerou com força no segundo trimestre e a inflação enfraqueceu em julho mesmo com a taxa de desemprego no menor nível em 11 anos, mostraram nesta quarta-feira dados da agência de estatísticas da União Europeia.

A estimativa preliminar da Eurostat apontou que o Produto Interno Bruto nos 19 países que usam o euro expandiu 0,2% sobre o trimestre anterior, de 0,4% no primeiro trimestre, como esperado por economistas.

Assim, o crescimento na zona do euro voltou para as taxas anêmicas vistas no terceiro e quatro trimestres do ano passado.

Na comparação anual, o PIB da zona do euro cresceu 1,1%, de 1,2% entre janeiro e março.

O crescimento mais lento se refletiu no aumento dos preços ao consumidor —a estimativa preliminar da Eurostat mostrou que a inflação em julho foi de 1,1%, sobre 1,3% em junho, como esperado por economistas,

A taxa de inflação foi a mais baixa em 17 meses.

O núcleo da inflação, que elimina os componentes voláteis de alimentos não processados e energia e que o BCE observa de perto para a política monetária, também caiu a 1,1% em julho de 1,3% em junho.

O aumento fraco dos preços acontece apesar de o desemprego na zona do euro ter atingido a mínima de 11 anos de 7,5% em junho, segundo a Eurostat.

Reportagem de Jan Strupczewski

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below