August 5, 2019 / 11:58 AM / in 2 months

Índices recuam sob pressão de ações de mineração e temores sobre a China

(Reuters) - Os índices acionários europeus se juntavam à queda dos mercados globais nesta segunda-feira, fortemente pressionados por ações ligadas a commodities, à medida que a ansiedade sobre o conflito comercial entre a China e os Estados Unidos enfraqueceu o iuan para além da marca de 7 por dólar pela primeira vez em uma década.

Bolsa de Valores de Frankfurt 02/08/2019 REUTERS/Staff

Às 8:22 (horário de Brasília), o índice FTSEEurofirst 300 caía 2,08%, a 1.458 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 perdia 2,05%, a 370 pontos.

A queda do STOXX se somava ao recuo de 2,5% na sexta-feira, seu pior dia até agora em 2019, com operadores abrindo mão de seus investimentos em ações para apostar em ativos seguros, como títulos do governo.

O último impulso para as vendas generalizadas veio da ameaça do presidente dos EUA, Donald Trump, na semana passada de impor tarifas de 10% sobre outros 300 bilhões de dólares em importações da China, encerrando de forma abrupta uma trégua de um mês nas relações comerciais entre os dois lados.

As ações ligadas à commodities absorviam a maior parte do impacto, recuando 3%, com o iuan “offshore” tocando seu nível recorde, o que tornava caro para o maior consumidor de cobre do mundo comprar metais denominados em dólar.

Com a intensificação da guerra comercial dando à China menos razões para manter a estabilidade do iuan, analistas disseram que esperam que a moeda continue enfraquecendo.

“O fato da China ter permitido que o iuan caísse tanto sugere que o país asiático está usando isso como uma ferramenta contra os EUA, porque se o iuan estiver fraco, isso provavelmente impulsionará os exportadores da China”, disse David Madden, analista da CMC Markets.

O índice FTSEurofirst 300 tinha queda de 2,07%, a 1.458 pontos.

Em LONDRES, o índice Financial Times recuava 2,24%, a 7.240 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caía 1,75%, a 11.665 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 perdia 2,13%, a 5.245 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib tinha desvalorização de 1,46%, a 20.739 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrava baixa de 1,22%, a 8.789 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 desvalorizava-se 1,12%, a 4.848 pontos.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below