August 6, 2019 / 8:05 PM / 3 months ago

Ibovespa sobe e retoma nível de 102 mil pontos com alívio em guerra comercial EUA-China

SÃO PAULO (Reuters) - O Ibovespa encerrou a sessão desta terça-feira com valorização, recuperando-se parcialmente da queda da véspera, sustentado pela trégua nas tensões entre Estados Unidos e China.

Bolsa de Valores de São Paulo 03/04/2019 REUTERS/Amanda Perobelli

O Ibovespa subiu 2,06%, a 102.163,69 pontos. O volume financeiro da sessão somou 17,8 bilhões de reais.

Para o estrategista Odair Abate, da Panamby Capital, a queda de 2,5% do Ibovespa na véspera abriu espaço para compras, apesar da volatilidade que a disputa comercial entre EUA e China pode trazer ainda para o mercado.

Para ele, a bolsa encontra suporte em expectativas de fluxo externo dada a liquidez global e o cenário de juros baixos e em trajetória de queda; com previsão de melhora da economia.

No exterior, as tensões decorrentes da escalada na guerra comercial entre EUA e China foram ligeiramente aliviadas após Pequim estabilizar sua moeda e o assessor econômico da Casa Branca, Larry Kudlow afirmar que Trump gostaria de continuar com as negociações comerciais.

No cenário nacional, o mercado agora aguarda a continuação do trâmite da reforma da Previdência, após o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, afirmar que espera concluir a votação do segundo turno da reforma na Câmara dos Deputados até quarta-feira.

DESTAQUES

- BANCO DO BRASIL ON avançou 1,36%. Três fontes afirmaram à Reuters que o BB está preparando uma oferta de ações que poderá levantar até 7,9 bilhões de reais. As fontes afirmaram ainda que a Caixa Econômica Federal vai vender uma fatia de 2,4% no BB detida pelo fundo FI-FGTS, que vale cerca de 3,1 bilhões de reais considerando a cotação de fechamento de segunda-feira. ITAÚ UNIBANCO PN e BRADESCO PN subiram 3,02% e 1,52%, respectivamente.

- MARFRIG ganhou 7,41%. A maior produtora de hambúrguer do mundo anunciou acordo com a norte-americana Archer Daniels Midland para produzir e comercializar produtos de proteína vegetal no Brasil.

- IRB BRASIL subiu 5,86%, após a resseguradora reportar um salto de 35% no lucro do segundo trimestre e elevar a previsão de crescimento dos prêmios emitidos para 2019.

- MAGAZINE LUIZA valorizou-se 6,09%, diante da expectativa positiva com o consumo após medidas de estímulo do governo e queda nos juros. VIA VAREJO avançou 3,28%.

- CIELO subiu 1,8%, após o BB ter negado na segunda-feira tratativas ou discussões para venda de sua fatia na maior empresa de meios de pagamento do país.

- VALE avançou 1,35%, recuperando-se de perdas fortes na véspera.

- PETROBRAS PN ganhou 1,29%, com o petróleo em alta.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below