August 12, 2019 / 12:34 PM / 9 days ago

Perspectiva econômica global piora devido a guerra comercial EUA-China, diz Ifo

Bandeiras dos Estados Unidos e China antes de negociações em Xangai 30/07/2019 REUTERS/Aly Song

BERLIM (Reuters) - A perspectiva econômica se deteriorou em todo o mundo devido ao agravamento da guerra comercial entre os Estados Unidos e a China, mostrou uma pesquisa nesta segunda-feira.

O instituto econômico alemão Ifo disse que seu levantamento trimestral com quase 1.200 especialistas de mais de 110 países indicou que tanto suas medições de condições atuais quanto de expectativas econômicas pioraram no terceiro trimestre.

“Os especialistas acreditam em um crescimento mais fraco significativo no comércio mundial”, disse o presidente do Ifo, Clemens Fuest, acrescentando que as expectativas de comércio atingiram seu pior nível desde o início da disputa tarifária no ano passado.

“Os entrevistados também preveem um consumo privado menor, atividades de investimento menores e taxas de juros de curto e longo prazos em queda”, disse Fuest.

Na sexta-feira, o presidente dos EUA, Donald Trump, disse não estar pronto para firmar um acordo comercial com a China e até pôs em dúvida uma rodada de negociações de setembro, renovando nos mercados financeiros o receio de que a disputa provavelmente não se resolverá tão cedo.

EUA e China são destinos importantes para as exportações das fábricas alemãs, por isso a adoção recíproca de tarifas entre as duas maiores economias do mundo está tendo grande impacto nos produtores de mercadorias da Alemanha.

A expectativa é de que a economia alemã, a maior da Europa, tenha contraído no segundo trimestre, e indicadores do sentimento dos mercados praticamente não apontam nenhuma melhora no terceiro.

“Estamos entre uma desaceleração econômica acentuada e uma recessão”, disse Joerg Kraemer, economista do Commerzbank.

A Agência Federal de Estatísticas da Alemanha divulgará números preliminares do Produto Interno Bruto (PIB) referentes ao período entre abril e junho na quarta-feira. Uma pesquisa Reuters com analistas prevê contração de 0,1% na comparação trimestre a trimestre.

Por Michael Nienaber

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below