August 22, 2019 / 11:57 AM / 3 months ago

George, do Fed, defende manter os juros no nível atual

REUTERS/Leah Millis

(Reuters) - A presidente do Federal Reserve de Kansas City, Esther George, afirmou nesta quinta-feira que ficaria feliz em deixar a taxa de juros em seu nível atual, conforme as autoridades do banco central dos Estados Unidos avaliam como as tensões comerciais entre EUA e China podem afetar a economia.

“Estamos em um tipo de equilíbrio no momento e ficaria feliz em manter os juros na falta de ver alguma fraqueza ou algum fortalecimento, algum tipo de risco de alta que me levaria a achar que os juros deveria estar em outro lugar”, disse George em entrevista à Bloomberg TV.

Autoridades do Fed vão se reunir em Jackson Hole, em uma conferência anual, na qual eles irão discutir sobre como as tensões comerciais entre os Estados Unidos e a China podem afetar a economia.

Embora a expectativa dos mercados seja que o Fed dê continuidade ao seu primeiro corte de juros em uma década oferecendo mais estímulos em sua reunião no próximo mês, algumas autoridades discordam. George e o presidente do Fed de Boston, Eric Rosengren, discordaram do último corte de juros.

George disse que acha que o mercado de trabalho dos EUA continua forte, os consumidores continuam confiantes, as taxas ajustadas à inflação estão próximas de zero e a economia norte-americana deve se expandir.

“Minha sensação é de que adicionamos acomodação e isso não era necessário, na minha opinião”, disse George em entrevista à CNBC divulgada nesta quinta-feira.

Reportagem de Makini Brice e Doina Chiacu

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below