August 30, 2019 / 10:42 AM / 3 months ago

Vendas no varejo alemão caem em julho mais do que o esperado

Consumidores passeiam em loja em Duesseldorf, Alemanha. 13/04/2019. REUTERS/Wolfgang Rattay

BERLIM (Reuters) - As vendas nas lojas na Alemanha caíram muito mais do que o esperado em julho, com consumidores gastando 2,2% a menos do que no mês anterior, no mais recente de um conjunto de sinais de que a maior economia da Europa está perdendo força.

Tradicionalmente uma economia orientada para a exportação, a Alemanha tem sido cada vez mais dependente da demanda doméstica para sustentar o crescimento, à medida que o ambiente econômico internacional esfriou, o que significa que sinais de fraqueza do varejo vão gerar preocupação.

Embora o crescimento em relação ao mesmo período do ano anterior ainda tenha sido de um sólido 4,4%, o declínio mensal foi muito pior que o de 1% previsto por analistas.

Os dados se seguiram a notícias de quinta-feira sobre o aumento do desemprego e a desaceleração da inflação, acrescentando pontos de interrogação sobre a sustentabilidade de qualquer crescimento impulsionado pela demanda doméstica.

Em comparação ao ano anterior, as vendas pela internet e por correspondência tiveram o maior crescimento, subindo 8,4% em termos reais.

Por Thomas Escritt

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below