September 4, 2019 / 11:05 AM / 15 days ago

Setor de serviços alemão mostra resiliência apesar de crise na indústria - PMI

Shopping Center em Berlin, Alemanha 27/02/2017 REUTERS/Fabrizio Bensch

BERLIM (Reuters) - A atividade empresarial e a criação de empregos no setor de serviços da Alemanha permaneceram robustas em agosto, apesar de uma recessão na indústria, mostrou uma pesquisa divulgada nesta quarta-feira, mas uma queda na confiança empresarial indicava um caminho pedregoso para a maior economia da Europa.

O índice de gerentes de compras (PMI) final composto do IHS Markit, que acompanha os setores de manufatura e serviços, subiu para 51,7 em agosto, de 50,9 em julho.

O dado veio melhor do que a leitura preliminar e confortavelmente acima da marca 50, que separa o crescimento da contração, mostrando que a robustez do setor de serviços ainda ajudou a compensar a fraqueza prolongada na manufatura.

“A criação de empregos em todo o setor de serviços continua sendo uma ajuda à economia, pelo menos por ora, enquanto a inflação baixa e potencialmente diminuindo em todo o setor privado é outro fator de apoio à demanda doméstica durante o resto do ano”, disse Phil Smith, economista do IHS Markit.

O PMI do setor de serviços melhorou para 54,8 em agosto, ante 54,5 no mês anterior, mostrou a pesquisa.

Mas a confiança empresarial em todo o setor de serviços piorou, atingindo o nível mais baixo em quase cinco anos. A perda de confiança pode desacelerar o investimento e a criação de empregos nos próximos meses.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below