September 4, 2019 / 1:20 PM / 2 months ago

Ibovespa sobe com cenário externo, Petrobras e Vale; MRV recua

SÃO PAULO (Reuters) - O principal índice da bolsa paulista subia mais de 1% nesta quarta-feira, favorecido pelo viés positivo no cenário externo, com as ações da Petrobras entre os principais ganhos na esteira do avanço dos preços do petróleo.

09/05/2016 REUTERS/Paulo Whitaker

Às 11:35, o Ibovespa subia 1,13 %, a 100.802,96 pontos. O volume financeiro somava 3,716 bilhões de reais.

Em Wall Street, dados econômicos chineses melhores atenuavam preocupações com a desaceleração global, com o S&P 500 valorizando-se 0,56%, movimento já demonstrado na Europa, onde o FTSEurofirst 300 subia 0,77%.

A atividade no setor de serviços da China se expandiu no ritmo mais rápido em três meses em agosto, com o índice dos gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) da Caixin/Markit subindo a 52,1.

Na pauta local, a equipe da Ágora Investimentos chama a atenção para a análise da proposta de reforma da Previdência na Comissão de Constituição e Justiça, “no que pode ser visto como uma sinalização antes do texto seguir para o plenário da casa”.

Caso aprovada na quarta-feira pela comissão, a PEC paralela da reforma, assim como a PEC principal da reforma da Previdência, sairá da comissão como uma proposta autônoma e já chegará ao plenário com a sua admissibilidade chancelada.

“Após um início de semana com viés mais negativo, o Ibovespa pode hoje mostrar alguma recuperação influenciado pelo exterior mais favorável”, afirmou a Ágora em nota a clientes.

DESTAQUES

- PETROBRAS PN e PETROBRAS ON subiam 2,58% e 2,53%, respectivamente, meio à alta do petróleo no exterior. Também na véspera o Senado aprovou a PEC que trata da distribuição entre os entes federativos de parcela dos recursos da cessão onerosa a serem arrecadados em mega leilão de áreas de petróleo previsto para novembro. Uma parte do valor arrecadado com o leilão será utilizada para pagar a Petrobras.

- VALE ON avançava 1,49%, após os futuros do minério de ferro na China subirem para máxima de três semanas e meia nesta quarta-feira, impulsionados por esperanças de uma demanda estável à medida que cortes de produção antipoluição em importantes polos siderúrgicos antes do feriado do Dia Nacional foram mais leves que o esperado.

- ULTRAPAR ON tinha elevação de 3,65%, na terceira sessão de alta seguida, após fortes perdas em agosto.

- MAGAZINE LUIZA ON valorizava-se 2,95%, com o setor de varejo também entre as maiores altas, com B2W em alta de 2,29% e VIA VAREJO subindo 1,72%.

- BRADESCO PN subia 0,90%, com o setor de bancos também se beneficiando do viés mais favorável. ITAÚ UNIBANCO PN ganhava 0,55%, BANCO DO BRASIL ON mostrava acréscimo de 0,98% e SANTANDER BRASIL UNIT tinha elevação de 1,17%.

- MRV ON caía 2,64%, entre as poucas quedas da sessão, com a empresa estudando potencial investimento na AHS Residential, companhia que atua no segmento de imóveis multifamiliares nos Estados Unidos. AHS Residential é controlada pela família Menin e tem como fundador e presidente do conselho Rubens Menin. Menin comanda o conselho de administração da MRV e é o acionista controlador da companhia.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below