September 6, 2019 / 2:57 PM / 2 months ago

EUA querem resultados "no curto prazo" em negociações comerciais com a China, diz Kudlow

WASHINGTON (Reuters) - O governo do presidente dos EUA, Donald Trump, quer ver “resultados no curto prazo” das conversações comerciais com a China em setembro e outubro, afirmou nesta sexta-feira o assessor econômico da Casa Branca, Larry Kudlow, mas ele não quis prever algum resultado ou dizer se é possível que os EUA atrasem a imposição de tarifas.

Assessor econômico da Casa Branca Larry Kudlow 02/08/2019 REUTERS/Carlos Barria

Em entrevista à CNBC e à TV Bloomberg, Kudlow confirmou que negociadores da China e dos Estados Unidos se reunirão no início de outubro, mas acrescentou que não foi acertada ainda uma data específica.

Essas seriam as primeiras discussões presenciais de alto nível desde que uma fracassada reunião sobre comércio entre os dois países no final de julho levou o presidente dos EUA, Donald Trump, a prosseguir com novas tarifas sobre praticamente todas as importações chinesas até então intactas pela guerra comercial.

Os planos para a primeira reunião presencial desde julho foram acertados durante um telefonema na quinta-feira entre o vice-premiê chinês Liu He, o representante de comércio dos EUA, Robert Lighthizer, e o secretário do Tesouro, Steven Mnuchin. Representantes menos graduados devem se reunir em meados de setembro.

Kudlow disse à Bloomberg que ele não poderia especular se as negociações poderão prorrogar uma elevação de tarifa de 25% para 30% sobre 250 bilhões de dólares em importações chinesas prevista para entrar em vigor em 1º de outubro.

Segundo Kudlow, Trump já mostrou disposição em usar as tarifas no processo de negociação.

“Queremos ver resultados. Gostaríamos de ver resultados no curto prazo. Quando não vemos resultados, tomamos medidas adicionais”, afirmou Kudlow. “Por outro lado, se vemos resultados dessas reuniões que estão por vir, então haverá progresso.”

Kudlow disse que não havia condicionantes para as negociações de outubro.

À CNBC, Kudlow afirmou que as negociações entre autoridades norte-americanas e chinesas podem “esquentar” durante as reuniões de outubro.

“As principais autoridades se reunirão no início de outubro. (Autoridades menos seniores) se reunirão em algumas semanas. Portanto, não posso prever um resultado, não estou aqui para fazer isso. Tudo o que estou dizendo é que as negociações continuam. Você pode dizer que elas vão esquentar quando a equipe chinesa chegar aqui”, disse Kudlow em entrevista à CNBC.

Por Susan Heavey e Tim Ahmann

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below