September 6, 2019 / 6:58 PM / 11 days ago

Friedland fecha acordo para controlar depósito de minério de ferro de Nimba, em Guiné

Robert Friedland. REUTERS/Mike Hutchings 08/02/2012

CONACRI (Reuters) - O investidor américo-canadense Robert Friedland vai controlar o depósito de minério de ferro de Mount Nimba, em Guiné, após sua empresa High Power Exploration (HPX) assinar um acordo com o país no final da quinta-feira.

Friedland, que é CEO da HPX e fundador e presidente do conselho executivo da Ivanhoe Mines (IVN.TO), possui um longo histórico de encontrar e desenvolver depósitos minerais remotos em países como Mongólia e República Democrática do Congo.

A HPX irá assumir fatias do consórcio Euronimba que anteriormente pertenciam às mineradoras BHP (BHP.AX) e Newmont Goldcorp (NEM.N) e ao grupo nuclear francês Orano, informou a empresa em um comunicado.

Sob o acordo, a HPX concederá ao governo guineano uma parcela de 15% do projeto através da Société des Mines de Fer de Guinée (SMFG), subsidiária da Euronimba, além de dois assentos em seu conselho, de acordo com um documento visto pela Reuters.

Os termos financeiros do acordo não foram divulgados, mas o documento estima que o investimento da HPX possa chegar a 1 bilhão de dólares.

“Estamos confiantes de que esse projeto será desenvolvido rapidamente e bem”, disse à Reuters o ministro de Minas de Guiné, Abdoulaye Magassouba, após a cerimônia de assinatura, na qual também esteve o presidente Alpha Condé.

Reportagem de Saliou Samb

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below