September 13, 2019 / 8:11 PM / a month ago

Ibovespa recua com cautela antes de semana de decisões de juros no Brasil e nos EUA

SÃO PAULO (Reuters) - O principal índice da bolsa paulista recuou nesta sexta-feira, com investidores cautelosos antes de reuniões de política monetária no Brasil e nos Estados Unidos na próxima semana e atentos aos desdobramentos do conflito comercial sino-americano.

Painel na Bolsa de Valores de São Paulo 21/03/2019 REUTERS/Nacho Doce

O Ibovespa caiu 0,83%, a 103.501,18 pontos. Na semana, o índice avançou 0,55%. O volume financeiro da sessão totalizou 14,6 bilhões de reais.

Uma pesquisa da Reuters mostrou que o Copom deve cortar a taxa básica de juros em 50 pontos base na reunião da próxima quarta-feira, para 5,50% ao ano. Todos, exceto um dos 30 economistas consultados, esperam um segundo corte, parte de um ciclo de flexibilização iniciado em julho.

O mercado doméstico já espera que o Copom corte a taxa de juros, disse Ilan Arbetman, analista da Ativa Investimentos, mas nos EUA ainda existe grande dúvida entre um corte de 25 pontos base ou a manutenção da taxa de juros atual na reunião do Fomc.

Para ele, dados positivos nas vendas do varejo nos EUA reduzem a chance de um corte de juros por parte do Fed, levando investidores a agirem com bastante cautela.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse na quinta-feira que consideraria um acordo comercial provisório com a China, apesar de preferir chegar a um acordo mais amplo. Do outro lado, a China excluirá alguns produtos agrícolas dos Estados Unidos de tarifas adicionais, informou a agência oficial de notícias da China, a Xinhua.

No plano doméstico o foco é na reforma tributária, com o ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmando que o presidente Jair Bolsonaro pediu para a CPMF não entrar na proposta, além de confirmar que sua equipe econômica trabalhava com uma alíquota de 0,4% para o tributo sobre pagamentos.

DESTAQUES

- MARFRIG ON avançou 6,44%, após anunciar que vai adicionar novo turno de trabalho em fábrica em SP, por conta do “aquecimento das exportações para o mercado chinês”. JBS subiu 2,51% e BRF caiu 0,08%.

- PETROBRAS ON e PETROBRAS PN caíram 0,57% e 0,67%, respectivamente, em linha com a queda nos preços do petróleo. A CVM autorizou a retomada da oferta de debêntures da petrolífera, dizendo que a companhia tomou providências para sanar irregularidades que motivaram a punição.

- VALE ON ganhou 0,2%. O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, autorizou o retorno das operações das minas e usina de Onça Puma, empreendimento de níquel da mineradora em Ourilândia do Norte (PA).

- LOCALIZA caiu 3,54%. O conselho de administração da empresa de aluguel e gestão de frotas de veículos aprovou emissão de 500 milhões de reais em notas promissórias para recomposição de caixa.

- SUZANO ON avançou 2,3%, com papéis da empresa acumulando alta de 11,93% em setembro até a véspera. No setor, KLABIN UNT valorizou-se 0,2%.

- ITAÚ UNIBANCO PN ganhou 1,36% e SANTANDER avançou 1,35%. Na outra ponta, BANCO DO BRASIL perdeu 1,79% e BRADESCO PN recuou 1,3%.

- ELETROBRAS PNB perdeu 3,12%, entre as maiores quedas do índice, assim como CEMIG PN, que fechou em queda de 1,77%.

- GPA PN recuou 1,37%. A varejista informou na quinta-feira que o conselho de administração da colombiana Almacenes Éxito e a assembleia geral de acionistas do grupo aprovaram a venda de sua fatia indireta no GPA para o Casino, nos termos divulgados em 19 de agosto.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below