February 26, 2020 / 2:40 PM / 3 months ago

PPI sugere excluir Eletrobras Participações de programa de desestatização

Ministro da Economia, Paulo Guedes, durante evento sobre o setor elétrico no Rio de Janeiro 08/02/2019 REUTERS/Pilar Olivares

SÃO PAULO (Reuters) - O Conselho do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) do governo federal decidiu recomendar a exclusão da Eletrobras Participações (Eletropar) do Programa Nacional de Desestatização, segundo publicação no Diário Oficial da União desta quarta-feira.

A decisão sobre a empresa, que reúne participações da Eletrobras em uma série de companhias do setor elétrico, acontece em momento em que o governo Jair Bolsonaro tenta levar adiante um projeto de privatização da estatal, maior empresa de energia do Brasil.

O movimento levou em consideração “a estratégia de reorganização da Eletrobras e os impactos de gestão trazidos pela manutenção da Eletropar no PND”, segundo a publicação do Conselho do PPI, assinada pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, e pela secretaria especial do programa, Martha Seillier.

A recomendação de exclusão da Eletropar do PPI deverá agora ser alvo de deliberação de Bolsonaro.

A Eletropar possui ações na transmissora de energia Cteep, na geradora Emae, controlada pelo governo paulista, na EDP Energias do Brasil, na Light e na Eletronet, segundo formulário de referência da companhia.

A empresa de participações da Eletrobras havia sido incluída no PND por meio de decreto em 1996.

Por Luciano Costa

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below