April 9, 2020 / 12:16 PM / 4 months ago

Dólar acelera queda ante real após dados dos EUA e medida de apoio do Fed

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar acelerava a queda ante o real a mais de 1% nesta quinta-feira, com os investidores reagindo a dados sobre o emprego nos Estados Unidos e a uma medida de apoio econômico do Federal Reserve no valor de 2,3 trilhões de dólares.

10/09/2015 REUTERS/Ricardo Moraes

O número de norte-americanos que solicitaram auxílio-desemprego nas últimas três semanas superou 15 milhões, com as novas reivindicações ultrapassando 6 milhões pela segunda semana consecutiva na semana passada, conforme medidas rígidas para controlar o surto de coronavírus suspendem a atividade do país.

“Apesar de vir acima do esperado, o dado veio abaixo do anterior. Pode ser que a curva do desemprego esteja diminuindo”, disse à Reuters Jefferson Laatus, sócio fundador do grupo Laatus. “Isso, com a diminuição de casos (de coronavírus), pode melhorar o sentimento dos mercados.”

Além disso, o Federal Reserve apresentou nesta quinta-feira um esforço amplo de 2,3 trilhões de dólares para ajudar os governos locais e pequenas e médias empresas, em sua mais recente medida para manter a economia dos Estados Unidos intacta conforme o país enfrenta a pandemia de coronavírus.

“Isso animou os mercados e pode tirar a pressão (de alta) do dólar”, comentou Laatus, citando também expectativa em torno de um discurso do chairman do Fed, Jerome Powell, previsto para as 11h desta quinta-feira.

Uma reunião da Opep+ desta quinta-feira, em que serão discutidos cortes na produção de petróleo, também está no radar dos investidores, disse Laatus.

Em nota, a XP Investimentos disse que “a expectativa é de as nações cheguem a um acordo para realizarem cortes de 10 a 15 milhões de barris ao dia, os maiores da história”. “Entretanto, debates sobre o patamar de referência dos cortes, pressões sobre uma eventual participação dos EUA e a efetividade dos cortes em face do colapso da demanda global geram dúvidas sobre a efetividade de um acordo hoje.”

Às 10:37, o dólar recuava 1,12%, a 5,0857 reais na venda. Na mínima do dia, o dólar caiu a 5,0753 reais.

Na B3, o dólar futuro caía 0,78%, a 5,905 reais.

No exterior, a moeda norte-americana perdia contra boa parte das divisas arriscadas, caindo mais de 1% em relação a peso mexicano, lira turca, rand sul-africano e dólar australiano, pares do real. O índice do dólar contra uma cesta de moedas fortes cedia cerca de 0,6%.

O Banco Central voltará a fazer nesta quinta-feira leilão de até 10 mil contratos de swap cambial tradicional para rolagem do vencimento maio.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below