April 9, 2020 / 2:31 PM / in 2 months

Economia do Japão enfrenta extrema incerteza à medida que coronavírus se espalha, diz BC

Estátuas com máscaras em Shibuya, Tóquio 8/4/2020 REUTERS/Issei Kato

TÓQUIO (Reuters) - A incerteza sobre as perspectivas econômicas do Japão é “extremamente alta”, à medida que a pandemia de coronavírus atinge a produção e o consumo, disse o presidente do banco central, Haruhiko Kuroda, enfatizando sua disposição de tomar medidas monetárias adicionais para evitar uma recessão profunda.

Embora as ações agressivas dos bancos centrais em todo o mundo tenham aliviado um pouco as tensões do mercado financeiro, as tensões de financiamento corporativo estavam piorando, disse Kuroda em uma reunião trimestral dos gerentes regionais do Banco do Japão nesta quinta-feira.

“A disseminação do coronavírus está afetando severamente a economia do Japão por meio de declínios nas exportações, produção, demanda de turistas estrangeiros e consumo privado”, afirmou.

Mesmo com restrições menos rigorosas em comparação com outros países em resposta à pandemia, analistas consultados pela Reuters esperam que o Japão entre em profunda recessão este ano, com o surto de vírus causando estragos nos negócios e na vida cotidiana.

As observações de Kuroda destacam a forte preocupação das autoridades japonesas sobre as perspectivas para a economia à medida que as empresas continuam lutando para gerar caixa, apesar das promessas do governo e do banco central de inundar a economia com fundos.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below